Cross docking

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3258 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SOC. CIVIL DE EDUCAÇÃO ATENEU MOGIANO.




Autores:
Gilberto Oliveira Nunes Junior
Reinaldo Aparecido Tomaz
William Albuquerque Cypriano Rosa





LOGÍSTICA
PRÁTICA
DO CROSS DOCKING













Mogi das Cruzes – SP


2012


Autores:
Gilberto Oliveira Nunes Junior
Reinaldo Aparecido Tomaz
William Albuquerque CyprianoRosa




LOGÍSTICA
PRÁTICA
DO CROSS DOCKING

Projeto desenvolvido como
exigência parcial para a conclusão
do segundo semestre sob a orientação
Prof. ADM. Daniel Pinto Ferreira



Liceu Braz Cubas

Curso Técnico em logística

Turma Manhã

2° semestre





Mogi das Cruzes – SP


2012

SUMÁRIO


INTRODUÇÃO: 4

O SIGNIFICADO DE CROSS-DOCKING: 5

TIPOS DECROSS-DOCKING: 5

FINALIDADE: 6

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO APLICADA AO CROSS-DOCKING: 6

TODOS GANHAM COM O CROSS-DOCKING: 7

VANTAGENS: 8

DESVANTAGENS: 9

IMPLEMENTAÇÃO DO CROSS-DOCKING: 10

CONCLUSÕES E CONCIDERAÇÕES FINAIS: 12

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICAS: 13

INTRODUÇÃO

O atual ambiente de negócios exige operações logísticas mais rápidas e de menor custo, capazes desuportar estratégias de marketing, gerenciar redes de fornecedores e clientes, e viabilizar práticas como Just-In-time.
O cross-docking é um conceito de operação logística interessante como resposta a essas necessidades. Ele acelera o fluxo de mercadorias, reduz os custos por condensar cargas e, idealmente, dispensa armazenagem.
Vejamos por que o fundamento básico docross-docking é o roteamento dos produtos que vêm dos fornecedores para os consumidores sem estocagem para uma melhor compreensão do que se trata, vejamos o seguinte exemplo.
Vamos considerar a operação de uma rede de minimercados instalados em postos de gasolina. Suponhamos que existem cinco tipos de produtos, cada um com seu fornecedor exclusivo: bebidas, biscoitos, chocolates, revistas ecigarros. Também consideremos que existam 20 lojas.
Assim, cinco caminhões (um de cada fornecedor) chegam ao armazém pelo lado chamado “entrada”. Vinte caminhões entram pelo lado “saída”. Os produtos, à medida que são retirados dos caminhões dos fornecedores, são encaminhados (roteados) para os veículos que levarão as mercadorias para as lojas, na quantidade certa para cada cliente. Essaoperação leva poucas horas e dispensa qualquer estocagem.
Analisemos o que aconteceu nesse exemplo. O fluxo de mercadorias foi acelerado porque os fornecedores e clientes se “encontraram” todos no mesmo lugar, e não houve grandes esperas ou armazenagens. O custo foi reduzido porque tanto as cargas de entrada como de saída eram condensadas, tinham uma única origem (respectivamente fábrica e CD)e um único destino (respectivamente CD e loja). Tudo isso foi conseguido apesar de se trabalhar com cinco fornecedores e 20 lojas. Ou seja, verificamos através de um exemplo como o cross-docking pode oferecer respostas aos desafios logísticos que vimos no primeiro parágrafo.
Alguns problemas, no entanto, podem acontecer. Um deles é conseguir toda essa coordenação para reunir cincofornecedores sem grandes atrasos. Por outro lado, gerenciar as informações de seleção, arrumação e roteamento dos produtos com um mínimo de estocagem pode ser crítico. Esses são os principais problemas técnicos a serem solucionados para implementação do cross-docking.

O SIGNIFICADO DE CROSS-DOCKING:



O cross-docking – que numa tradução para português podemos chamar “passagem de cais”,passagem direta da mercadoria dos cais de entrada ao Centro de Distribuição (CD) para o de saída – é muitas vezes referido como sendo uma operação logística com muito potencial de eficiência, quer o operacional quer de redução de inventário. Os que não são muitos referidos são os outros ganhos para as empresas, além dos que se situam na esfera operacional.
O processo de distribuição...
tracking img