Cronicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1817 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola Estadual Catarina Jorge Gonçalves

Thaís, Isabela, Sheila, Guilherme, Alan. 3º ano

Crônicas

Contagem
2012

Escola Estadual Catarina Jorge Gonçalves

Alunos: Thaís Carolina Martins de Freitas 28
Isabela Viviane Batista 09
Sheila Akla Gontijo Rodrigues 23
Guilherme Luiz Inácio Gomes 07
Alan Jonathan 01.
Professora: Claudia

Crônicas

Contagem
2012

SumárioIntrodução
Desenvolvimento
Anexos
Conclusão
Referência bibliográfica


Introdução
O estudo pretende também averiguar as possibilidades e os limites da crônica como texto de análise compreensiva no campo dos estudos literários. É de cunho bibliográfico e procura auferir, ao gênero crônico, um novo “status” tal quais outros gêneros consagrados, embora Antonio Candido afirme que uma literaturanão se faz apenas com grandes cronistas.
Uma crônica é uma narração, segundo a ordem temporal. O termo é atribuído, por exemplo, aos noticiários dos jornais, comentários literários ou científicos, que preenchem periodicamente as páginas de um jornal.

Crônica
A palavra crônica é derivada do latim Chronica e do grego Khrónos (tempo), e significado principal que acompanha esse tipo de texto éexatamente o conceito de tempo. A crônica é o relato de um ou mais acontecimentos em um determinado tempo. A quantidade de personagens é reduzida, podendo inclusive não haver personagens. É a narração de um fato do cotidiano das pessoas, algo que naturalmente acontece com muitas pessoas. Esse fato é incrementado com um tom de ironia e bom humor, fazendo com que as pessoas vejam por outra ótica aquiloque parece óbvio demais para ser observado.

Jornalística ou literária?
A crônica é uma narrativa breve que registra o circunstancial, cuja linguagem é a soma do estilo literário e do estilo jornalístico. O cronista pretende, através da crônica, uma provocação, uma atitude / resposta no leitor. A crônica é, primordialmente, um texto escrito para ser publicado no jornal. Assim o fato de serpublicada no jornal já lhe determina vida curta, pois à crônica de hoje seguem-se muitas outras nas próximas edições.
Há semelhanças entre a crônica e o texto exclusivamente informativo. Assim como o repórter, o cronista se inspira nos acontecimentos diários, que constituem a base da crônica. Entretanto, há elementos que distinguem um texto do outro. Após cercar-se desses acontecimentos diários, ocronista dá-lhes um toque próprio, incluindo em seu texto elementos como ficção, fantasia e criticismo, elementos que o texto essencialmente informativo não contém.
Com base nisso, pode-se dizer que a crônica situa-se entre o jornalismo e a literatura, e o cronista pode ser considerado o poeta dos acontecimentos do dia-a-dia.

Características

A crônica, na maioria dos casos, é um textocurto e narrado em primeira pessoa, ou seja, o próprio escritor está "dialogando" com o leitor. Isso faz com que a crônica apresente uma visão totalmente pessoal de um determinado assunto: a visão do cronista. Ao desenvolver seu estilo e ao selecionar as palavras que utiliza em seu texto, o cronista está transmitindo ao leitor a sua visão de mundo. Ele está, na verdade, expondo a sua forma pessoalde compreender os acontecimentos que o cercam.
Geralmente, as crônicas apresentam linguagem simples, espontânea, situada entre a linguagem oral e a literária. Isso contribui também para que o leitor se identifique com o cronista, que acaba se tornando o porta-voz daquele que lê.
Em resumo, podemos determinar cinco pontos:
* Narração histórica pela ordem do tempo em que se deram os fatos.* Seção ou artigo especial sobre literatura, assuntos científicos, esporte etc., em jornal ou outro periódico.
* Pequeno conto baseado em algo do quotidiano.
* Normalmente possui uma crítica indireta.
* Muitas vezes a crônica vem escrita em tom humorístico. Exemplos de autores deste tipo de crônica no Brasil são Fernando Sabino, Leon Eliachar, Luis Fernando Veríssimo, Millôr...
tracking img