Cronica de uma morte anunciada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1451 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O livro que eu escolhi para fazer a minha ficha de leitura foi a “crónica de uma morte anunciada”, de Gabriel García Márquez.
"Crónica de uma morte anunciada" é um livro que se lê numa tarde, é interessante e está muito bem escrita.
O título da obra não podia ser mais explícito. Esta obra é uma crónica, uma crónica baseada em acontecimentos passados em meados do século XX, na Colômbia rural.Estruturada como uma investigação jornalística, a obra narra a história do assassinato de Santiago Nasar, injustamente acusado por Ângela Vicário de a ter desonrado. Num quebra-cabeças envolvente cujas peças vão se encaixando pouco a pouco através da superposição das versões de testemunhas que estiveram próximas ao protagonista. É a história do assassinato de Santiago Nasar pelos dois irmãosVicario, sem hipótese de defesa. No romance, quase todos os habitantes do lugarejo onde vive Santiago, ficam sabendo do homicídio premeditado algumas horas antes (daí o título), mas não fazem nada de concreto para proteger a vítima ou impedir os algozes.
No início do livro, García Márquez revela-nos logo o seu final. No entanto, este facto é esquecido durante a leitura dos primeiros parágrafos, e deixaainda de ter importância pois a trama é mais cativante do que o final já conhecido.
Como já referi, Crônica de Uma Morte Anunciada conta a história do assassinato de Santiago Nasar, e as minúcias de um dia que ficou na memória de toda uma cidade colombiana. Ângela Vicário, garota de boa família, casa-se com Bayardo San Román, um homem misterioso, que aparece na pacata cidade onde a tramaacontece, dizendo viajar o mundo a procura de uma esposa. A festa do casamento é o acontecimento da cidade, e durante as núpcias, Ângela não consegue disfarçar sua “não pureza”. Leva uma surra e é devolvida aos pais pelo infeliz marido.
Pressionada pela família, a jovem denuncia Santiago Nasar como sendo o autor da façanha, julgando que a sua fortuna fará dele um intocável, numa terra onde segundo ocostume, as dívidas de honra se pagam com a morte.
Angela engana-se. Pressionada pela mentalidade dominante, típica de uma sociedade patriarcal, a família Vicario é incapaz de aguentar o escárnio motivado pela honra manchada e sente-se compelida a matar o "infame", apesar da pouca vontade em fazê-lo.
Na realidade, os irmãos de Angela fazem tudo para dar a entender as suas intenções com o objetivode que alguém os impeça e proporcione a Nasar a oportunidade para escapar a uma morte mais do que anunciada.
Apesar de todos os indícios serem facultados no sentido de evitar a morte de Santiago Nasar, o acesso à informação é bloqueado por uma série de imprevistos, contratempos e caprichos do destino.
A morte de Santiago, apesar de apregoadíssima, não é levada a sério pela maior parte das pessoasenvolvidas que poderiam tê-la evitado.
Entre as coisas mais incríveis do texto de Márquez neste livro está a delicadesa do uso das palavras. A todo momento, sutilmente ele destacava a necessidade dos gêmeos de serem impedidos por alguém, de serem privados da árdua tarefa de “devolverem a honra” de sua família, através da morte de Santiago. A isto, se ligam outras três situações:
a) Ângelaaparentemente acusou Santiago, não por ser ele o real responsável por sua desonra, mas por sua crença de que seus irmãos nada fariam contra o amigo;
b) Ângela havia dito à amigas mais próximas sobre a sua virgindade perdida, mas nunca havia dito “o nome do santo”;
c) Ninguém da cidade, dos arredores, das famílias ou de qualquer proximidade poderia sequer imaginar nem uma leve amizade entre Santiagoe Ângela, quanto menos uma paixão;
A trama acaba de forma trágica, mas também, misteriosa. Ninguém consegue sequer imaginar quem tenha sido o verdadeiro responsável pela desonra de Ângela, não se consegue compreender como é que um crime tão arduamente anunciado por seus responsáveis não pôde ser impedido e nem tão pouco se consegue acreditar na série de imprevistos que indicavam e que causaram...
tracking img