Cromatografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2487 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fundação Ensino de Contagem – FUNEC
Ensino Médio Integrado ao curso técnico em Química Industrial






Cromatografia


Professora: Adriana Vasconcelos.
Matéria: Química orgânica aplicada.
Nome: Gabriel Tadeu Jacintho. Nº 5.
Isabella Carvalho Souza. Nº 7.
JéssikaThayanne da Silva. Nº 10.
Sabrina Mirele De Oliveira Nascimento. Nº 22.
Data do experimento: 7/4/13 Data da entrega:


Contagem
Abril/2013
Introdução:

A cromatografia faz parte de um importante grupo de métodos de separação, que nos permite separar, isolar, identificare quantificar substâncias, mesmo em misturas muito complexas.

A cromatografia é um método físico--químico de separação dos componentes de uma mistura, mistura realizada através da distribuição destes componentes entre duas fases, que estão em contato íntimo.
Uma das fases permanece estacionária enquanto a outra se move através dela. Durante a passagem da fase móvel sobre a fase estacionária,os componentes da mistura são distribuídos entre as duas fases, de tal forma que cada um dos componentes é seletivamente retido pela fase estacionária, resultando em migrações diferenciais destes componentes.

O termo cromatografia deriva das palavras gregas “chrom” (cor) e “graphe” (escrever). Embora o processo atualmente já não dependa da cor, exceto para facilitar a identificação doscomponentes separados.

• Aspectos históricos:

Os termos cromatografia, cromatograma e método cromatográfico são atribuídos ao botânico russo Mikhael S. Tswett, que em 1906 utilizou estes termos em dois trabalhos descrevendo suas experiências na separação dos componentes de extratos de folhas e gema de ovo. Tswett usou colunas de vidro recheadas com vários sólidos finamente divididos e arrastou oscomponentes dos extratos com éter de petróleo.

Paralelamente nos Estados Unidos,DAY separou dois sais orgânicos e amostra de petróleo.Apesar destas experiências,considerou-se que a época moderna de cromatografia começou na década de 30, quando KUHN e LEDERER redescobriram e aperfeiçoaram a cromatografia em coluna, repetindo as experiências de TSEETT,separando e identificando as xantofilas da gemade ovo, usando uma coluna recheada com carbonato de cálcio pulverizado e éter de petróleo como fase móvel.

Em 1941, MARTIN e SYNGE publicaram um trabalho no qual descreveram a cromatografia líquido-líquido, aplicaram o conceito de pratos teóricos e anteciparam o surgimento de duas cromatografias: a gasosa e a líquida de alta eficiência. Por este trabalho ganharam o prêmio Nobel em 1952.
Acromatografia gás-sólido foi descrita pela primeira vez em 1940,por HESSE e col., que separam dois ácidos graxos, no vapor a 100ºC, arrastando-os sobre a sílica com o gás, dióxido de carbono, enquanto CREMER e PRIOR foram os primeiros a descreverem um cromatógrafo a gás completo.

A cromatografia em camada delgada foi reintroduzida em 1938 por IZMAILOV e SCHRAIBER, para a análise de produtosfarmacêuticos.
A cromatografia por troca iônica também teve seu início, na época moderna, nos anos 30, com a síntese da primeira resina de troca iônica, baseadas em fenil e formaldeído, que permitem a troca de cátions. Posteriormente, resinas de poliacrílico ou poliestireno cruzado com divinilbenzeno, com substituintes sulfônicos, carboxílicos ou alquilaminos, substituíam as originais.

Outra técnicaque teve seu desenvolvimento nesta época foi a cromatografia usando um fluido supercrítico como fase móvel. Esta técnica recebeu varias alterações principalmente, por GOUW e JENTOF e somente em 1983 é que foi lançado o primeiro aparelho comercial dedicado a esta técnica. As primeiras experiências em cromatografia por bioafinidade foram feitas por LERMAN e col. Em 1951, onde foi isolado...
tracking img