Cristianismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4785 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
História do cristianismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ir para: navegação, pesquisa
|Cristianismo |
|[pic] |
|História do cristianismo |
|Teologia cristã |
|Santíssima Trindade[Esconder] |
|+ Deus, o pai |
||
|+ Jesus, o filho |
| |
|+ Espírito Santo |
| |
|A Bíblia |
|Igrejas Cristãs[Esconder] |
|+ Igreja Católica |
| |
|+ Igreja Ortodoxa|
| |
|+ Igreja Anglicana |
| |
|+ Igreja Protestante |
| |
|Catolicismo |
|Ortodoxia |
|Protestantismo |
|Denominações cristãs|
|Culto cristão |
|Portal do cristianismo |

A História do cristianismo retrata 2000 anos de história da religião cristã e suas Igrejas, iniciando-se no ministério de Jesus (Yeshua ben(bar)-Yoseph) e seus Doze Apóstolos, até a atualidade. O cristianismo iniciou-se no primeiro século d.C. em Jerusalém, sendo uma religião monoteísta baseada nosensinamentos de Jesus Cristo que teria nascido por volta do ano 6 a.C., na cidade de Belém, na Judéia (Palestina). Ela tornou-se a religião estatal da Arménia, quer em 301 ou 314, da Etiópia, em 325, da Geórgia em 337 e, em seguida, do Império Romano em 380. Durante a Era dos Descobrimentos (século XV-XVII), o cristianismo se expandiu para o mundo. Ao longo da sua história, os cristãos tem se divididopor disputas teológicas que resultaram em muitas igrejas distintas. Os maiores ramos do cristianismo são a Igreja Católica, a Igreja Ortodoxa Oriental, e as igrejas protestantes.
Atualmente o cristianismo possuí cerca de 2,13 bilhões de adeptos, sendo a maior religião mundial[1][2] adotada por cerca de 33% da população do mundo.[3] É a religião predominante na Europa, América, Oceania e em grandeparte de África e partes da Ásia.

|Índice |
|[esconder] |
|1 História |
|2 Tabela Cronológica |
|3 Referências |
|4 Ver também |


[pic][editar] História

[pic]
[pic]
A crucificação de Jesus Cristo por DiegoVelázquez.
Segundo a religião judaica, o Messias, um descendente do Rei Davi, iria um dia aparecer e restaurar o Reino de Israel.
Jesus Cristo, um judeu, começou a pregar uma nova doutrina e atrair seguidores, sendo aclamado como o Messias, mas não foi reconhecido como tal pela unanimidade dos seus concidadãos. Não terá sido o primeiro nem o último a afirmar-se como Messias. A religião judaicaconhece uma longa lista de indivíduos que declararam ser o Messias, que chega mesmo até ao século XX. Nenhum deles, todavia, provocou impacto histórico e cultural semelhante ao de Jesus Cristo.
Jesus Cristo foi rejeitado, tido por apóstata pelas autoridades judaicas. Ele foi condenado por blasfémia e executado pelos Romanos acusado de ser um líder rebelde. Seus seguidores enfrentaram dura oposiçãopolítico-religiosa, tendo sido perseguidos e martirizados pelos líderes religiosos judeus e, mais tarde, pelo Estado Romano.
Com a morte e ressurreição de Jesus Cristo, os apóstolos, principais testemunhas da sua vida, reúnem-se numa comunidade religiosa composta essencialmente por judeus e centrada na cidade de Jerusalém. Esta comunidade praticava a comunhão dos bens, celebrava a "partilha do...
tracking img