Crise

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4937 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
IEP INSTITUTO DE ENSINO E PESQUISA




SONIVALDA DA SILVA SILVEIRA RGM 32072
GUMARRARA DUTRA RGM








INSUFICIENCIA CARDIACA CONGESTIVA- ICC












Trabalho apresentado na Disciplina de Anatomia e Fisiologia Cardíaca e Grandes Vasos.
Curso de Pós-Graduação emEnfermagem Cardiovascular Clinica e Intensivista.





Professor (a): Roberta Covino








01/06/2011



Insuficiência cardíaca

Insuficiência cardíaca (insuficiência cardíaca congestiva) é uma doença grave em que a quantidade de sangue que o coração bombeia por minuto (débito cardíaco) é insuficientepara satisfazer as necessidades de oxigênio e de nutrientes do organismo.

Termo «insuficiência cardíaca» a redução da capacidade do coração para manter um rendimento eficaz. A insuficiência cardíaca tem muitas causas, entre as quais há certo número de doenças; é muito mais freqüente nas pessoas mais velhas, dado que têm uma maior possibilidade de contrair as doenças que a causam. Apesar de ser umprocesso que vai piorando lentamente com a passagem do tempo, as pessoas que sofrem desta perturbação podem viver muitos anos. No entanto, 70 % dos doentes com esta afecção morrem antes de passados 10 anos a partir do diagnóstico.

Causas

Qualquer doença que afete o coração e interfira na circulação pode causar insuficiência cardíaca. Determinadas doenças podem atuar seletivamente afetando omúsculo cardíaco, deteriorando a sua capacidade de contração e de bombeamento. A mais freqüente delas é a doença das artérias coronárias, que limita o fluxo sanguíneo para o músculo cardíaco e que pode ser causa de enfarte. A miocardite (uma infecção do músculo cardíaco provocada por bactérias, vírus ou outros microrganismos) provoca também lesões graves no músculo cardíaco, assim como a diabetes,o hipertiroidismo ou a obesidade extrema. Uma doença de uma válvula cardíaca pode obstruir o fluxo de sangue entre as cavidades do coração ou entre o coração e as artérias principais. Por outro lado, uma válvula que não feche bem e deixe escapar sangue pode provocar um refluxo do mesmo. Estas situações provocam a sobrecarga do músculo cardíaco e, em conseqüência, debilitam a força das contraçõescardíacas. Outra doença afeta principalmente o sistema de condução elétrica do coração e provocam freqüências cardíacas lentas, rápidas ou irregulares, que impedem um bombeamento adequado do sangue.

Se o coração for submetido a um grande esforço durante meses ou anos, dilata-se, tal como acontece com os bíceps, depois de vários meses de exercício. Em princípio, este aumento de tamanho éacompanhado de contrações mais fortes, mas um coração que aumentou o seu volume pode finalmente diminuir a sua capacidade de bombeamento e provocar insuficiência cardíaca. A pressão arterial elevada (hipertensão) pode também obrigar o coração a trabalhar com mais força. Isso acontece também quando tiver de lutar para expulsar o sangue através de um orifício mais estreito, geralmente uma válvula aórticaestreita. A situação que daí resulta é semelhante à carga extraordinária que uma bomba de água suporta quando é forçada a empurrar a água através de tubagens estreitas.

Em algumas pessoas o pericárdio (o invólucro fino e transparente do coração) endurece. Isso impede que o coração se possa dilatar por completo entre os batimentos, tornando o seu enchimento insuficiente.

Embora com umafreqüência muito menor, pode também acontecer que determinadas doenças que afetem outras partes do corpo aumentem exageradamente a necessidade de oxigênio e de nutrientes por parte do organismo, de tal modo que o coração, embora esteja normal, seja incapaz de satisfazer esta procura superior. O resultado é o aparecimento de insuficiência cardíaca.

As causas da insuficiência cardíaca variam com as...
tracking img