Crise de 1930

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1426 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Quais foram os efeitos da Grande Depressão sobre a política econômica brasileira? Que mecanismos de defesa do café foram utilizados durante a Grande Depressão? De que forma a desvalorização cambial atendia ao objetivo de defesa do café?

O Brasil era o principal produtor de café já no século XIX e atuava no mercado internacional como semi-monopolista, com grande vantagens comparativas. Poroutro lado, a única alternativa para alocar o capital obtido da cafeicultura era o reinvestimento na produção de mais café, resultando em crises de superprodução. Assim, desenvolveram-se diversos mecanismos de defesa do café, um dos quais, a depreciação da moeda nacional nos momentos de queda dos preços de exportação, procedimento que diminuía as perdas de receitas dos cafeicultores. Os mecanismosforam se sofisticando, tal que o governo passou a comprar os excedentes de produção financiado por empréstimos externos.

Quando a crise mundial de 1929 atingiu a cafeicultura, esta se encontrava em situação extremamente vulnerável. Para uma produção de 28 milhões de sacas, apenas 14 milhões foram exportadas. A política de defesa do café, sem mecanismos efetivos para conter a superprodução, sóagravava esse desequilíbrio. Nossa economia ainda era imensamente dependente do café – uma de suas únicas rendas – portanto, mais uma vez, lançou-se mão do mecanismo cambial para sua defesa. Entretanto, o preço continuava caindo.

Evidentemente a preservação da renda dos cafeiculores era paga pelo conjunto da sociedade (“socialização das perdas”, nos termos de Celso Furtado). Essas medidas não foramsuficientes, assim, o governo tomou a decisão de utilizar uma solução econômica lógica, embora aparentemente absurda: a diminuição da oferta de café pela queima de excedentes (cuja compra era financiada por impostos sobre a exportação de café e pela pura e simples expansão do crédito). Devido a esse mecanismo de defesa de renda da cafeicultura, a queda na renda nacional foi da ordem de cerca de30%, um valor razoável se comparado à economia americana que declinara 50%.

Para Furtado, o financiamento público da compra de excedentes anteciparam outras intervenções estatais, com o objetivo de manutenção do nível de emprego e da demanda agregada (keynesianismo avant la lettre) e, em função disso, já em 1933 a renda nacional voltou a crescer com níveis de investimento equivalentes aos de1929. Considerando que a economia mundial só voltou a dar sinais de recuperação em 1934, pode-se inferir que a recuperação econômica se deu por fatores internos.

2. Que papel assumiu o mercado interno após a Grande Depressão?

Durante a Depressão o preço dos importados subiu cerca de 33%, causando uma redução das importações na ordem de 60%. Parte da procura, antes satisfeita com importações,passou a ser atendida pela oferta interna. Assim, a demanda interna passaria a ter importância crescente como elemento dinâmico nessa conjuntura de recessão mundial. Tratava-se de uma situação nova com a preponderância do setor ligado ao mercado interno no processo de formação de capital e no conjunto de investimentos do país.

A crise do café afugentava os capitais investidos na cafeicultura.Parte desses capitais foi absorvida pela própria agricultura exportadora, particularmente o algodão.

No lado da indústria, embora o aumento da produção requeira o aumento da importação de máquinas, isso não foi necessário, pois era possível usar a capacidade ociosa preexistente, como no caso da indústria têxtil. Posteriormente, foi possível importar equipamentos usados mais baratos, decorrentesdas fábricas fechadas durante o período da Depressão. Num terceiro momento, o crescimento da procura por bens de capital e o forte aumento dos preços de importação desses bens, devido à desvalorização cambial, criaram condições propícias à instalação de uma indústria de bens de capital no país.

Como resultado, a renda nacional aumentou 20% no período, enquanto a renda per capita subiu 7%. Na...
tracking img