Criptografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5955 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Conceitos

ÍNDICE

CONCEITOS INICIAIS 3

Criptografia Simétrica 3

Criptografia Assimétrica 4

CERTIFICADO DIGITAL 5

Apresentação 5

Infra-estrutura de chaves públicas 5

Estrutura de um certificado digital 6

Exemplos de uso 6

Níveis de segurança 7

Diferença entre assinar e criptografar 7

RESUMO CRIPTOGRÁFICO 9

PROTOCOLOS CRIPTOGRÁFICOS 10Introdução 10

Técnicas de datação 10

PROTOCOLIZADORA DIGITAL DE DOCUMENTOS ELETRÔNICOS 12

Características 13

Funcionamento 14

Encadeamento dos recibos 14

Sinal de tempo 15

Segurança 15
Segurança na protocolização 15
Segurança física 15
Segurança de acesso 15
Desempenho 15
Padrões 15

Especificação técnica do equipamento 16

FAQ sobre PDDE 16Lista de termos técnicos 18

CONCEITOS INICIAIS

Criptografia Simétrica

Criptografia é a arte de escrever em cifras ou em códigos, utilizando um conjunto de técnicas que tornam uma mensagem incompreensível – chamada comumente de texto cifrado – através de um processo chamado cifragem. Este processo permite que apenas o destinatário desejado consiga decodificar e ler a mensagemcom clareza, realizando o processo inverso, ou seja, a decifragem. Dessa forma, a privacidade da informação é preservada.

Para se criptografar um texto, deve-se utilizar um código que torne o texto incompreensível, chamado também de chave (segredo). Quando esta chave é de conhecimento tanto do emissor quanto do receptor da mesma, tem-se a chamada criptografia simétrica ou convencional. Umexemplo dentre os diversos da criptografia simétrica é a técnica da substituição, onde as letras de um texto são substituídas por outras letras, números ou símbolos. O imperador Julio César foi o primeiro a utilizar-se desta técnica, trocando cada letra do alfabeto por uma letra que se encontrava a três lugares da original (Figura 1).

Assim, a criptografia simétrica pode ser esquematizadade uma maneira geral conforme Figura 2 logo adiante.

O principal problema relacionado à criptografia simétrica está no fato de que as partes que necessitem utilizá-la devem ter acesso à mesma chave. Portanto, há a necessidade da adoção de uma política de segurança para a troca e guarda das chaves. Esta política acarreta dois problemas quanto à segurança, decorrentes do gerenciamento daschaves. O primeiro diz respeito à conservação do segredo de uma chave que é de conhecimento de várias pessoas. Bastaria uma delas agir de forma dolosa para que todos sofressem as eventuais conseqüências. O segundo problema refere-se à própria distribuição da chave. Sempre que uma nova pessoa fosse admitida no grupo, necessitaria receber essa chave.

Por causa disso surgiu a criptografiaassimétrica, também chamada de criptografia de chave pública, que é aquela em que cada usuário possui um par de chaves: uma chave pública para criptografar dados e uma chave particular para decriptografar dados, ou vice-versa. A chave privada deve ser mantida em segredo, enquanto que a chave pública deve ser distribuída. A criptografia assimétrica representa a base da certificação digital, assuntoesse que é tratado no próximo item.

Criptografia Assimétrica

O conceito de criptografia de chave pública foi apresentado em 1976 por Whitfield Diffie e Martin Hellman. Em 1977, Rivest, Sahmir e Adleman desenvolveram um algoritmo assimétrico denominado RSA, em referência aos sobrenomes dos autores. O algoritmo RSA é a base, atualmente, da maioria das aplicações baseadas na criptografiaassimétrica.

Um exemplo deste tipo de criptografia encontra-se a seguir (Figura 3).

Vamos supor que Luíza queira enviar uma mensagem para seu amigo Carlos utilizando a criptografia assimétrica. Ela possui as chaves públicas de seus amigos Ana, Henrique, Fernanda e Carlos que estão disponíveis na Internet. Utilizando a chave pública de Carlos (chave azul), ela cifra o texto. Com...
tracking img