O crime é um fato social não patológico. No entanto, segundo Durkheim, não está isento de se tornar uma doença social; basta que o índice de criminalidade atinja níveis elevados.
O pensamento de Durkheim veio contrariar a certeza dos criminólogos de que a criminalidade é uma doençasocial. Através da aplicação de seu método sociológico, ele entende que “... O crime não se produz só na maior parte das sociedades desta ou daquela espécie, mas em todas as sociedades, qualquer que seja o tipo destas. Não há nenhuma em que não haja criminalidade. Mudam de forma, osatos assim classificados não são os mesmos em todo o lado; mas em todo o lado e em todos os tempos existiram homens que se conduziram de tal modo que a repressão penal se abateu sobre eles”.
Para entender o raciocínio de Durkheim, digo, de que o crime é algo normal e presente em todas associedades, é preciso buscar o conceito que esse sociólogo francês tem de crime: “... um ato é criminoso quando ofende os estados fortes e definidos da consciência coletiva”. Consciência coletiva é a obrigação moral que une o indivíduo à sociedade. Há um sistema de valores que, umavez contrariado, vai gerar uma reação, uma oposição social. E é essa oposição social que vai definir um ato como crime.
Durkheim afirma que “o crime é normal porque uma sociedade isenta dele é impossível” e sendo este uma ofensa a certos sentimentos coletivos, para que deixasse deexistir seria necessário que os sentimentos que chocam se encontrassem em todas as consciências individuais e possuíssem a força necessária para conterem os sentimentos contrários, opostos, ao ato criminoso. E, ainda assim, o crime não desapareceria, apenas mudaria de forma. “Seriaa própria causa que assim eliminava as origens da criminalidade que viria a gerar as novas fontes desta”.
E ele dá o seguinte exemplo: “Para que os assassinos desapareçam é preciso que o horror pelo sangue vertido se acentue nessas camadas sociais donde provêm os assassinos; mas para [continua]

Ler trabalho completo

Citar Este Trabalho

APA

(2013, 03). Crime é um fato social. TrabalhosFeitos.com. Retirado 03, 2013, de http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Crime-%C3%A9-Um-Fato-Social/625467.html

MLA

"Crime é um fato social" TrabalhosFeitos.com. 03 2013. 2013. 03 2013 <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Crime-%C3%A9-Um-Fato-Social/625467.html>.

MLA 7

"Crime é um fato social." TrabalhosFeitos.com. TrabalhosFeitos.com, 03 2013. Web. 03 2013. <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Crime-%C3%A9-Um-Fato-Social/625467.html>.

CHICAGO

"Crime é um fato social." TrabalhosFeitos.com. 03, 2013. Acessado 03, 2013. http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Crime-%C3%A9-Um-Fato-Social/625467.html.