“Cres-ser-saudável”

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2274 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Projecto

“CRES-SER-SAUDÁVEL”

A Alimentação e a Actividade Física: um meio para melhorar a saúde e o bem-estar!

“Penso que só há um caminho para a ciência ou para a filosofia:
encontrar um problema, ver a sua beleza e apaixonar-se por ele; casar e viver feliz com ele até que a morte vos separe, a não ser que encontrem um outro problema ainda mais fascinante, ou, evidentemente, a nãoser que obtenham uma solução.
Mas, mesmo que obtenham uma solução, poderão então descobrir, para vosso deleite, a existência de toda uma família de problemas-filhos, encantadores ainda que talvez difíceis, para cujo bem-estar poderão trabalhar,
com um sentido, até ao fim dos vossos dias.”
(Popper, 1988)

INTRODUÇÃO

A alimentação, para além de ser uma necessidade básica para a manutenção davida ao permitir fornecer energia, construir e reparar estruturas orgânicas e regular os processos de funcionamento do organismo, tem também um papel fundamental como instrumento de sociabilização e expressão cultural.
Na infância e adolescência, faixas etárias mais sensíveis a carências ou à desadequação alimentar, a alimentação saudável assume um papel preponderante no desenvolvimento, paraalém de prevenir o aparecimento de variadas patologias.
Os jovens portugueses, à semelhança do que está a acontecer noutros países têm-se afastado cada vez mais do saudável padrão alimentar mediterrânico, adoptando hábitos alimentares importados de outras culturas, como seja o fast food.
Desde há alguns anos que a OMS tem vindo a manifestar grande preocupação com questões relativas aos consumosalimentares das populações, em especial dos jovens. Os factos relativos à alimentação mudaram: a sobrenutrição passou a ser alvo de redobrada atenção. Actualmente a OMS reconhece que a obesidade apresenta uma prevalência superior à desnutrição e define a mesma como a epidemia do século XXI. De facto, calcula-se que a obesidade é, à escala mundial, a segunda causa de morte passível de prevenção.
Anível mundial, cerca de 150 milhões de crianças em idade escolar tem excesso de peso, e destas aproximadamente 45 milhões são obesas. Na Europa estima-se que uma em cada cinco crianças tem excesso de peso. Por ano, calcula-se que cerca de 400 mil crianças se juntam aos 14 milhões que têm sobrepeso, das quais 3 milhões são obesas. No que se refere a Portugal, os dados disponíveis apontam para que31,5% de crianças dos 7 aos 9 anos têm excesso de peso e entre estas 11,3% são obesas.
As consequências para a saúde incluem aumento dos riscos metabólicos tais como: diabetes mellitus tipo 2, hipertensão arterial, aumento dos níveis de colesterol e triglicerídeos, esteatose hepática não alcoólica, apneia do sono e complicações ortopédicas.
As consequências psicossociais do excesso de peso sãosignificativas, sendo frequente ocorrer descriminação social e dificuldade de relacionamento com os pares. A obesidade associa-se ainda a auto-imagem negativa que persiste na adolescência e na vida adulta, bem como a problemas de comportamento e de aprendizagem
As causas da má alimentação e do aumento do excesso de peso e obesidade são complexas e multifactoriais e associam-se a diversos factores,nos quais se incluem, entre outros, os culturais, sociais, económicos, políticos bem como os conhecimentos e a atitude em relação à comida e a sua disponibilidade.
É inquestionável o papel da família na alimentação e educação alimentar das crianças e adolescentes mas, para além desta, a escola assume um papel fundamental ao oferecer um contexto formal de aprendizagem.

A inactividade comoestilo de vida é hoje uma característica que abrange toda a sociedade, não diferenciando idades, sexo ou estrato social dos seus membros, o que não poderá deixar de constituir fator de grande preocupação para todos quantos refletem e, de alguma forma, estão envolvidos nesta problemática. Bento (2002), reforça esta inquietação quando a dirige para o âmbito dos mais jovens: “regista-se hoje à escala...
tracking img