Credito rural

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2695 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1- PROBLEMATIZAÇÃO
1.1- Contextualização do Problema
Financiamentos Agrícolas
O processo de financiamento da agricultura brasileira seguiu diferentes padrões ao longo da história. No início da formação econômica brasileira, com o surgimento do cilclo do açúcar, os recursos necessários vinham de Portugal. No período da economia cafeeira, o financiamento da produção era realizado paloscomissários até que,com a abolição da escravatura e a necessidade de um volume maior de recursos para o setor agrícola, o Governo passou a atuar no setor com a utilização de recursos captados do exterior.
O modelo de desenvolvimento existente até os anos 30, o modelo agrário-exportador, caracterizava a economia como dependente do exterior. A partir dos anos 30, quando houve a passagem do dinamismo daeconomia do setor agrário-exportador para o setor urbano-industrial, a agricultura de mercado interno passou a receber amparo oficial com a criação da Carteira de Crédito Agrícola e Industrial do Banco do Brasil (CREAI), em 1937; com a Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), em 1943; e através do Regime de Ágios e Bonificações, em 1953, que atuava no processo de modernização da agriculturabrasileira.
Um marco na história dos financiamentos no Brasil, foi a criação, em 1965, do Sistema de Crédito Rural (SNCR), com o objetivo de integrar a agricultura com o processo de modernização da economia nacional. Para atender a esse objetivo, o crédito era oferecido para incentivar a utilização dos chamados “insumos modernos” e aumentar a produção e a produtividade, tornando os produtosbrasileiros mais competitivos no mercado internacional, além de fornecer, ao setor agrícola, melhores condições que no mercado financeiro, como facilidade de acesso ao crédito, taxas de juros favorecidas e prazos maiores. As principais fontes de financiamento do crédito rural eram a aplicação compulsória dos bancos comerciais e os recursos provenientes das Autoridades Monetárias. Este foi o padrão definanciamento agrícola característico de meados dos anos 60 até o final dos anos 70.
Uma nova fase do padrão de financiamento surgiu no início dos anos 80, com a Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) passando a ter um caráter mais ativo desde a sua criação na década de 40, atuando de forma a garantir o nível de preços recebidos pelos produtores e crédito para a comercialização dosprodutos. A opção do Governo, de ter uma atuação por produto e não mais sobre o setor agrícola como um todo, ocorreu em função da redução dos recursos disponíveis para o financiamento da atividade do setor agrícola e por permitir uma administração mais específica por produto, por produtor e por região.
Por fim, a partir da segunda metade dos anos 80, e principalmente nos anos 90, com a crise fiscalexistente no país, instaurou-se no país um novo padrão de financiamento menos dependente das antigas fontes de recursos baseadas no Tesouro Nacional e nas exigibilidades bancárias, e mais apoiado em fontes oriundas do setor privado e em iniciativas dos governos estaduais e municipais. Até 1989, os recursos do governo para financiamento da atividade agrícola eram oriundos da emissão de títulospúblicos federais. A partir de 1990, os recursos foram substituídos: o governo passou a aplicar recursos, mediante retorno de operações anteriormente realizadas, que se convertem em receitas, sob a forma de amortização de empréstimos.
Hoje, ao agricultores tem acesso a inúmeras fontes de custeios, investimentos e financiamentos. Ao produtor rural, é concedido crédito para suprir recursos financeirosde modo a viabilizar seus empreendimentos agropecuários. O crédito rural financia o custeio da produção e da comercialização de produtos agropecuários, estimula os investimentos rurais, incluindo armazenamento, beneficiamento e industrialização dos produtos agrícolas. Além de fortalecer o setor rural, incentiva a introdução de métodos racionais no sistema de produção. Os recursos controlados,...
tracking img