Cras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1432 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1.IDENTIFICAÇÃO
Instituição: Instituto de Ensino Superior do Sul do Maranhão-IESMA
Unidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão-Unisulma
Autoras: Thuanna Andrade e Walbicléia Correia Furtado
Orientadora: Àgela Maria Moura Pereira
Tema: Políticas Públicas Sócio-assistenciais.
Título: Análise das Políticas Públicas no Centro de Referência De Assistência Social-Cras: Um estudo no CRAS doParque Santa Lucia.
Campo de Ação: CRAS do Parque Santa Lucia.
Objetivo Geral: Realizar uma análise das Políticas Públicas sócio-assistenciais em seu caráter de autonomia desenvolvidas no Centro de Referência de Assistência Social-CRAS do Parque Santa Lúcia.

2.JUSTIFICATIVA
O Centro de Referência de Assistência Social- CRAS é a principal porta de entrada dos usuários a rede de proteção socialbásica garantida pelo Sistema Único de Assistência Social-SUAS, que se divide em proteção social básica e proteção social especializada, média e alta complexidade.
A necessidade de se implantar o CRAS, surgiu devido a necessidade da população por se encontrar em situação de vulnerabilidade social, sendo que ele busca através de políticas publicas intervir nestas questões adversas. Sua localização éestratégica, visa estar onde se encontram os maiores índices de vulnerabilidade e riscos sociais. Constitui-se como fundamental, pois o CRAS é o primeiro contato dos indivíduos aos serviços sócio-assistenciais, é através destes que se pode atender as demandas que dele necessitar. Eles também são responsáveis pela oferta do Programa de Atenção Integral às Famílias (PAIF), criado em abril de2004,que se constitui no principal programa de proteção social básica do SUAS, visando o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, além da ampliação da capacidade de proteção social e de prevenção de situações de risco em seu território de abrangência.
O CRAS vem com essa intenção de promover autonomia através das políticas públicas ofertadas, é um articulador da rede de serviços sóciosassistenciais e as demais políticas setoriais, porém muitas vezes ao chegar aos CRA’s muitos usuários não conseguem alcançar autonomia como se espera, permanecendo por muitos anos dependentes a eles, então surge o questionamento, será que as políticas públicas sócio-assistenciais desenvolvidas no Centro de Referência de Assistência Social-CRAS realmente estão trazendo autonomia aos usuários?
Diantedeste panorama e problema, o objetivo deste trabalho é conhecer as medidas de proteção social de assistência social que deve estar em consonância com o SUAS, investigar seu processo de funcionalidade que tem por direção o desenvolvimento humano e social. Buscar compreender de maneira prática e objetiva como são (ou não) articulados e ofertados estes serviços, em quantidade e qualidade. Fazer umatessitura sobre a sua real situação e seus limites, bem como verificar os níveis de satisfação dos usuários que são atendidos nesses espaços e principalmente sua aquisição de autonomia a partir das políticas sócio-assistenciais.

3.OBJETIVOS
3.1.Objetivo Geral
Realizar uma análise das Políticas Públicas sócio-assistenciais em seu caráter de autonomia desenvolvidas no Centro de Referênciade Assistência Social-CRAS do Parque Santa Lúcia.

3.2. Objetivos Específicos
* Verificar se os usuários conseguiram autonomia a partir dos projetos, ações e serviços desenvolvidos no CRAS.
* Quais Políticas de Assistência Social foram ofertadas.
* O nível de participação e satisfação adquirido pelos usuários.

4.REFERENCIAL TEÓRICO
Ao longo da história da sociedade, o indivíduose apresentou sempre com um problema, acreditava-se que as mazelas as quais estavam sucumbidos era questão moral e não de um problema social. Após a década de 1930, o Estado passa a responder as questões sociais como caso de política e não como caso de polícia, ao longo desse processo a população foi o principal responsável pelo esse giro que o estado tomou.
A Constituição de 1988 atribuiu o...
tracking img