Crack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2075 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO


I INTRODUÇÃO ..........................................................................................................3

II DESENVOLVIMENTO .............................................................................................4

III CONCLUSÃO .........................................................................................................8

IV REFERÊNCIAS......................................................................................................9



































RESUMO


O presente trabalho tem como objetivo principal a análise de determinados aspectos acerca do consumo de crack, buscando-se demonstrar que esse problema social não está restrito às grandes metrópoles, devido à proporçãoque vem ganhando nos últimos tempos. A abordagem desse delicado assunto deu-se mediante a compreensão da representação social do uso do crack na sociedade, relatando como a população enxerga tal problema. Outrossim, este trabalho tratou a respeito da intervenção do Assistente Social como uma providência imprescindível para o efetivo auxílio à recuperação dos usuários de droga, possibilitando suainserção social. Nesse sentido, salientou-se que um dos efeitos, mas também causa, do consumo de drogas é a exclusão social, acentuada pela urbanização e, por conseguinte, marginalização de parte da população. Por derradeiro, tratou-se das consequências emocionais e afetivas desse abuso de substâncias na vida do dependente químico e de seus familiares, assim como o papel primordial da família narecuperação desse dependente.


Palavras-chave: DROGAS; CRACK; SERVIÇO SOCIAL; RECUPERAÇÃO; INSERÇÃO SOCIAL.

I INTRODUÇÃO


O uso do crack é, atualmente, um grave e incômodo problema social que está presente em todas as regiões do Brasil, abrangendo os grandes e pequenos municípios. O enfrentamento dessa séria questão deve ser feito pelo Poder Público e por toda a sociedade, mediante umaintervenção intersetorial que tenha foco na recuperação e inserção social dos dependentes químicos. Referida ação conjunta deveria ocorrer, por exemplo, na Cracolândia, em São Paulo, onde a questão já se tornou de saúde pública.
Nessa esteira, o trabalho do profissional de Serviço Social é fundamental para a reabilitação dos usuários de drogas, viabilizando a sua inserçãosocial, apresentando-se, até mesmo, como uma política pública. O assistente social precisa ter sensibilidade e habilidade para lidar com esses usuários proporcionando-lhes uma melhor condição de vida.
A gravidade da problemática do abuso de drogas em geral merece a atenção de todos, como dito alhures. A exclusão social, além de ser uma das causas do consumo de tais substâncias, também é umaconsequência dele, tão grave quanto às implicações emocionais e afetivas no cotidiano do dependente e de seus familiares.
Diante disso, há uma desestruturação familiar, através do inevitável desgaste das relações em família decorrente dos danos comportamentais que o vício provoca. Não obstante, a família tem papel fundamental na recuperação do usuário de drogas.











II DESENVOLVIMENTODesde os tempos mais longínquos, as drogas são substâncias conhecidas e utilizadas pelos homens para finalidades religiosas ou como meio para alcançar satisfação. Entretanto, durante os anos a utilização das drogas em todo o mundo expandiu-se demasiadamente, atingindo de crianças até idosos. Dentre esses indivíduos, os adolescentes são os mais vulneráveis ao consumo, devido ao fato de estaremem uma fase marcada por grandes mudanças, além de serem mais suscetíveis às influências externas, principalmente quando a moral e os bons costumes da pessoa adulta estão ausentes em sua família. (BRITO; SILVA; BERTONI, 2010)
Diversas pesquisas realizadas sobre o assunto apontam que o começo de tal consumo é cada vez mais prematuro, aumentando as chances de se chegar à dependência.
Segundo...
tracking img