Crack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1740 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL

CLEONICE MARIA DA SILVA









O USO DO CRACK: UM PROBLEMA SOCIAL RESTRITO ÁS METRÓPOLES?


























Petrolina-PE
2012
Cleonice Maria da Silva









O USO DO CRACK: UM PROBLEMA SOCIAL RESTRITO ÁS METRÓPOLES?





















Trabalho apresentado ao Curso Serviço Social da UNOPAR -Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas Psicologia Geral, Antropologia, Formação Social, Política e Econômica do Brasil, FHTM do Serviço Social1 Orientadores: Prof.: Lisneia Rampazzo, Giane Albiazze, Gleiton Lima, ti, Rosane Malvezzi.





PETROLINA-PE
2012

SUMÁRIO

RESUMO..................................................................................... 4INTRODUÇÃO............................................................................. 5
DESENVOLVIMENTO................................................................. 6
CONCLUSÃO................................................................................10
BIBLIOGRAFIA..............................................................................11































RESUMO

Este trabalho traz umadiscussão em relação ao adolescente em conflito com a lei e o uso de drogas feito por estes. O estudo tem a finalidade de compreender os fenômenos que é o ato infracional e a drogadição em nossa sociedade, demandas tão significativa na atualidade. Com o intuito de desvelar as particularidades dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas nos municípios. O enfrentamento da drogadição e daquestão do adolescente autor de ato infracional, está inserido no campo de atuação do serviço social, sendo um desafio para o profissional pela complexidade que envolve tais demandas.
Palavras-chave: Ato infracional; Drogadição; Serviço Social.




























INTRODUÇÃO

Vivemos hoje uma epidemia do uso de crack, em que aproximadamente 98% das cidades brasileiras estão enfrentandoproblemas com a circulação ou consumo de crack e outras drogas. O baixo custo desta droga é um fator que contribui para sua proliferação.
O problema do crack passou a ser considerado uma questão social, um problema de saúde pública, envolvendo hoje todo o País, inclusive todas as esferas do Poder Público. Esta droga não escolhe cor, raça, condição econômica ou social, todos estão à mercê desua existência e conseqüências.
São inúmeros os desdobramentos da questão do crack e, por isso, se faz necessário conhecer esse problema para pensar ações numa perspectiva de resolução e mudança social.










































DESENVOLVIMENTO

O crack avança de forma brutal e avassaladora, convertendo-se naquele que é hoje o principal flagelo do país, depois da bebida edo cigarro, e de norte a sul. Embora neste momento a atenção pública concentre-se na cracolândia da cidade de São Paulo, o furacão devastador faz-se presente em todas as médias e grandes cidades brasileiras.
Uma droga que começou a ser consumida por crianças, adolescentes e jovens de classes menos favorecidas pelo fato do preço ser bem mais inferior que o das outras drogas. Mas agora estáatingindo todas as classes sociais
O crack esta com força total atingindo a sociedade de maneira geral, não importando sexo, idade, profissão, classe social ou etnia. Ainda mais influente do que nos anos anteriores, a dependência física e psicológica das pessoas com relação a ela, tornou-se algo comum principalmente entre os jovens.
Na sociedade contemporânea, o consumo de drogas,compreendido como uso e abuso, ganha destaque por sua complexidade e expansão em todas as regiões do mundo. Considerado um problema de saúde pública de ordem mundial, suscita discussões por parte de gestores, profissionais de saúde e formadores de políticas públicas, com vistas a resolver e/ou minimizar os inúmeros problemas conseqüentes da sua adoção.
Sendo assim, compreende-se que as...
tracking img