Crack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2360 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL


ANA PAULA LIMA DA SILVA MAIA
ELAINE GODINHO DE OLIVEIRA
ROBERTA LOPES VALENTIM DO LAGO

















aNÁLISE CRÍTICA DO FILME “ôNIBUS 174” E OS FATORES QUE GERAM A VIOLêNCIA NA SOCIEDADE BRASILEIRA












Teresópolis
2011
Ana Paula Lima da Silva maia
ELAINE GODINHO DE OLIVEIRAROBERTA LOPES VALENTIM DO LAGO











aNÁLISE CRÍTICA DO FILME “ôNIBUS 174” E OS FATORES QUE GERAM A VIOLêNCIA NA SOCIEDADE BRASILEIRA












Trabalho apresentado ao Curso Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas de Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social, Oficina de Formação: Questão Social, CiênciaPolítica e Econômia Política

Prof. Daniela Sikorski, Paulo Sérgio Aragão, Sergio Goes Barboza e Giane Albiazzetti.






Teresópolis

2011







SUMÁRIO



1 INTRODUÇÃO_________________________________________04



2 ATIVIDADE I___________________________________________05

3 ATIVIDADE II __________________________________________08



4CONCLUSÃO__________________________________________10

REFERÊNCIAS__________________________________________11

























































INTRODUÇÃO





A desigualdade social e a pobreza são problemas sociais que afetam a maioria dos países na atualidade. A pobreza existe em todos os países, pobres ou ricos, mas a desigualdadesocial é um fenômeno que ocorre principalmente em países não desenvolvidos. Desde os primórdios do processo de desenvolvimento brasileiro, o crescimento econômico tem gerado condições extremas de desigualdades espaciais e sociais. Essa disparidade econômica se reflete especialmente sobre a qualidade de vida da população: expectativa de vida, mortalidade infantil, analfabetismo,violência, pobreza,preconceito e exclusão social das camadas mais pobres da sociedade, marginalidade, desigualdade social, dentre outros aspectos.
Faremos uma análise crítica do filme “Ônibus 174”, abordando assim a questão social vivenciada hoje na sociedade capitalista.










































2- ATIVIDADE I



A desigualdade social é um problemaque está piorando com o passar dos anos e é o fator que mais gera violência, sendo resultado da ambição de uma sociedade capitalista que visa seus próprios interesses. A maior parte da população não tendo outro meio de obter sua subsistência entra na vida do crime, e conseqüentemente na violência.Quanto mais se fala sobre esse problema, mais as autoridades fecham os olhos, ou as janelas doscarros nos sinais de trânsito.
O sociólogo Luís Eduardo Soares, discorre sobre a “invisibilidade'' dos menores de rua no dia-a-dia dos centros urbanos brasileiros. Eles estão em todos os lugares - praças, parques, calçadas, semáforos e outros e recebem, ostensivamente, o desdém dos transeuntes que por eles passam. Meninos e meninas, de idades variadas, içadas às ruas pela violência familiar, apobreza, a imposição dos pais ou o simples descrédito com a vida, não se relacionam com outras pessoas que não sejam os próprios colegas de rua. Ninguém lhes dirige a palavra. Os vidros dos carros sobem e pedestres até atravessam a rua ante a presença de um desses garotos. São invisíveis'' perante a sociedade que, devido à convivência diária com o problema, passou a encará-lo de forma habitual e aincorporá-lo à rotina.
O filme “Ônibus 174” retrata a história do assaltante Sandro Nascimento, aquele que por quase 5 horas dominou os passageiros do ônibus 174 na cidade do Rio de janeiro. O filme não trata do seqüestro em si, mas sim da história de vida do assaltante. Sandro, morador de favela que presencia a morte da sua mãe e após uma breve estadia na casa de sua tia resolve morar nas...
tracking img