cpi petrobras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (332 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
O ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, preso em Curitiba, decolou no avião da Polícia Federal, do Aeroporto Internacional Afonso Pena, na Região Metropolitana, às 10h05 desta quarta-feira(17). Ele vai a Brasília onde deve prestar depoimento para a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga denúncias de corrupção na Petrobras. A operação de deslocamento de Costacomeçou às 8h, quando ele saiu da sede da Polícia Federal. A instituição, por motivos de segurança, não divulga detalhes da operação. Sabe-se Costa viaja escoltado por policiais federais, que vãoacompanhá-lo até o Senado. Ao final do processo, ele deve voltar para a cela em Curitiba.

Esta será a segunda vez que o ex-diretor vai depor aos parlamentares. Em junho, ele esteve no Senado, para depor emoutra investigação parlamentar, essa conduzida apenas pelo Senado. Na ocasião, ele rechaçou as acusações de que uma "organização criminosa" teria se infiltrado na estatal do petróleo e que a empresateria se tornado uma "casa de negócios".

Desta vez, a expectativa é de que Costa tenha outra postura, já que fez um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. O ex-diretor com asinvestigações da Operação Lava Jato, que apura desvio de verbas públicas e lavagem de dinheiro. De acordo com a Polícia Federal, o esquema liderado pelo doleiro Alberto Youssef pode ter movimentado R$ 10bilhões ilegalmente.

O depoimento de Paulo Roberto Costa está marcado para as 14h30. Os parlamentares que conduzem a CPMI da Petrobras acreditam que o depoimento será feito apenas aos deputados esenadores, que se comprometeram a não vazar as informações para a imprensa.

O presidente da comissão, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), deverá iniciar a sessão de forma aberta. A expectativa, porém,é que Costa lance mão do seu direito constitucional de ficar em silêncio para não produzir provas contra si. Neste caso, os parlamentares deverão solicitar que a sessão seja secreta, a fim de...
tracking img