Cpc 32

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2182 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
| Universidade de Brasília - UnBFaculdade de Economia, Administração, Contabilidade– FACEDepartamento de Ciências Contábeis e Atuariais – CCACuro: Especialização em Contabilidade Societária com Ênfase em IFRSDisciplina: Professor: |


CPC 32 – Tributos Sobre o Lucro

Alunos: Eduardo Silva Rodrigues da Trindade,
José Arionaldo Nobre de Sousa
José Chavesdos Santos

Brasília – DF
Abril de 2012
RESUMO

Em virtude do processo de convergência das normas contábeis Brasileiras aos padrões internacionais de contabilidade, as grandes companhias e empresas Brasileiras de modo geral estão passando a utilizar esses novos conceitos e critérios em suas demonstrações e procedimentos contábeis. Dentre as várias normas inseridas nesse contexto, queganhou expressão definitiva aqui no Brasil, com a publicação da Lei nº. 11.638/2007, datada de 28 de dezembro de 2007, está o Pronunciamento Técnico CPC 32, que trata dos Tributos sobre o Lucro, o qual traz mudanças consideráveis, principalmente no que tange aos aspectos de mensurações e divulgação, sempre convergentes aos padrões internacionais de Contabilidade.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

Comfinalidade de viabilizar o processo de convergência das Normas Contábeis Brasileiras para os padrões internacionais de contabilidade, fora criado, em 2005, pelo Conselho Federal de Contabilidade, o Comitê de Pronunciamentos Contábeis - CPC. De acordo com o art. 3º. Da Resolução CFC n°. 1.055/2005, o CPC tem como objetivo o estudo, o preparo e a emissão de pronunciamentos técnicos sobre procedimentos decontabilidade e a divulgação de informações dessa natureza, para permitir a emissão de normas pela entidade reguladora brasileira, visando à centralização e a uniformização do seu processo de produção, levando sempre em conta o referido processo de convergência da Contabilidade Brasileira aos padrões internacionais.
Neste trabalho, dentre os diversos pronunciamentos técnicos emitidos pelo CPC,estudaremos o CPC nº. 32, que orienta sobre o reconhecimento, mensuração e evidenciação dos tributos sobre o lucro. O CPC 32, objeto deste estudo, tem correlação com o IAS 12 - International Accounting Standard nº 12, aprovado pelo International Accounting Standard Board - IASB.

Objetivo e alcance

O objetivo deste Pronunciamento Técnico é prescrever o tratamento contábil para os tributossobre o lucro. Para fins do Pronunciamento, o termo tributo sobre o lucro inclui todos os impostos e contribuições nacionais e estrangeiros que são baseados em lucros tributáveis. O termo tributo sobre o lucro também inclui impostos, tais como os retidos na fonte, que são devidos pela própria entidade, por uma controlada, coligada ou empreendimento conjunto nas quais participe.
É inerente noreconhecimento de um ativo ou passivo que a entidade espera recuperar ou liquidar o valor contábil daquele ativo ou passivo. Se for provável que a recuperação ou a liquidação desse valor contábil tornará futuros pagamentos de tributos maiores (menores) do que eles seriam se tal recuperação ou liquidação não tivessem consequências fiscais, este Pronunciamento exige que uma entidade reconheça umpassivo fiscal diferido (ativo fiscal diferido), com determinadas exceções limitadas. Este Pronunciamento exige que a entidade contabilize as consequências fiscais das transações e de outros eventos da mesma maneira que ela contabiliza as próprias transações e outros eventos.
Assim, para transações e outros eventos reconhecidos no resultado, quaisquer efeitos fiscais relacionadostambém são reconhecidos no resultado. Para transações e outros eventos reconhecidos fora do resultado (em outros resultados abrangentes ou diretamente no patrimônio líquido), quaisquer efeitos fiscais relacionados também são reconhecidos fora do resultado (em outros resultados abrangentes ou diretamente no patrimônio líquido, respectivamente). Similarmente, o reconhecimento de ativos e passivos...
tracking img