Cpc 26

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1222 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE NATALENSE DE ENSINO E CULTURA
CURSO DE GRADUAÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS
DISCIPLINA CONTABILIDADE INTERMEDIÁRIA

OTHON MILITÃO JUNIOR
THIAGO SILAS
LEANDRO RODRIGUES PEREIRA DE SOUZA
SEVERINO FRANCISCO DA SILVA
SANDRA MARIA DE SOUZA SILVA

CPC 26
APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

PROFESSOR FRANCISCO PIRES DE ALBURQUEQUE
SALA 03

27/09/2012
1. COMITÊ DEPRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS – CPC
2.1. História do CPC
A necessidade, de harmonização das normas contábeis passou a fazer parte das preocupações dos principais organismos envolvidos com tais assuntos - como o Conselho Federal de Contabilidade, o IBRACON e a Comissão de Valores Mobiliários - dos quais resultou uma série de medidas.
Assim foi criado CPC em função das necessidades de:
- convergênciainternacional das normas contábeis (redução de custo de elaboração de relatórios contábeis, redução de riscos e custo nas análises e decisões, redução de custo de capital);
- centralização na emissão de normas dessa natureza (no Brasil, diversas entidades o fazem);
- representação e processo democráticos na produção dessas informações (produtores da informação contábil, auditor, usuário,intermediário, academia, governo).
2.2. Criação e Objetivo
Criado pela Resolução CFC nº 1.055/05, o CPC tem como objetivo "o estudo, o preparo e a emissão de Pronunciamentos Técnicos sobre procedimentos de Contabilidade e a divulgação de informações dessa natureza, para permitir a emissão de normas pela entidade reguladora brasileira, visando à centralização e uniformização do seu processo deprodução, levando sempre em conta a convergência da Contabilidade Brasileira aos padrões internacionais"
2. CPC 26 – Apresentação das demonstrações contábeis
3.3. Objetivo
O objetivo deste Pronunciamento Técnico é definir a base para a apresentação de demonstrações contábeis, inclusive as separadas e consolidadas, para assegurar a comparabilidade tanto com as demonstrações contábeis deperíodos anteriores da mesma entidade quanto com as demonstrações contábeis de outras entidades.
Segundo o CPC 26 as demonstrações contábeis devem apresentar apropriadamente a posição financeira, desempenho financeiro e os fluxos de caixa de uma entidade.

3.4. Conjunto completo de demonstrações contábeis
- Balanço Patrimonial;
- Demonstrações do Resultado;
- Demonstrações do ResultadoAbrangente
- Demonstrações das Mutações do Patrimônio Liquido;
- Demonstrações dos Fluxos de Caixa;
- Demonstrações do Valor Adicionado, se exigido legalmente ou por órgão regulador ou mesmo se apresentado voluntariamente;
- Notas Explicativas.

3.5.1. Balanço Patrimonial

Quanto ao Balanço Patrimonial o CPC 26 definiu como pontos básicos de sua apresentação os itens:
a) Relatóriocontábil cuja finalidade é demonstrar a posição econômica e financeira de uma empresa em determinado momento que será a base para as decisões empresariais.
b) A entidade deve apresentar ativos circulantes e não circulantes, e passivos circulantes e não circulantes, como grupos de contas separados no balanço patrimonial, exceto quando uma apresentação baseada na liquidez proporcionarinformação confiável e mais relevante
c) A entidade pode apresentar as contas no balanço de forma seqüenciada, sem separá-las por grupos de contas circulante e não circulante
d) Na situação em que a entidade apresente separadamente seus ativos e passivos circulantes e não circulantes, os impostos diferidos ativos (passivos) não devem ser classificados como circulantes .
e) Ativos não correntesclassificados como mantidos para venda devem ser apresentados separadamente de outros ativos não correntes da demonstração.
f) Ativos e passivos por impostos diferidos nunca poderão ser classificados como circulantes.
g) Alguns passivos circulantes, tais como contas comerciais a pagar e algumas provisões relativas a custos com empregados e outros custos operacionais são classificados...
tracking img