Cotas raciais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 42 (10285 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
preRepresentações de estudantes universitários sobre alunos cotistas: confronto de valores*
Maria Suzana De Stefano Menin Alessandra de Morais Shimizu Divino José da Silva
Universidade Estadual Paulista

Fabio Lorenzi Cioldi Fabricio Buschini
Universidade de Genebra

Resumo

Correspondência Maria Suzana De Stefano Menin Centro Educacional UNESP Rua Roberto Simonsen, 305 19060-900 -Presidente Prudente - SP e-mail: sumenin@uol.com.br

A inclusão da política de cotas, nas universidades brasileiras, é recente. Apesar da adesão de várias instituições de ensino, esse tipo de política tem gerado posições contraditórias. Este estudo teve como objetivo investigar quais valores estão mais presentes na avaliação que universitários fazem a respeito de supostos usuários das cotas. Napesquisa, foram aplicados diferentes tipos de questionários em 403 estudantes de uma universidade pública paulista, os quais objetivaram verificar se suas representações sobre esse tema variavam conforme as possibilidades de ingresso na universidade, a saber: vestibular simples, cursinhos para alunos carentes e cotas e, conforme os públicos-alvo enfocados, negros ou alunos de escolas públicas. Comométodo de análise, foi utilizado o programa ALCESTE e, como recurso complementar, a análise de conteúdo. Os resultados demonstraram que há uma rejeição às políticas relacionadas às cotas, uma vez que estas foram percebidas como mais ameaçadoras do que aquelas referentes ao vestibular e ao cursinho gratuito. Na grande parte das respostas dadas pelos alunos, fica evidente o conflito de valores: méritoversus igualdade compensatória. O vestibular, baseado apenas no mérito, é representado como o sistema mais justo para ingresso de alunos de escola pública e, principalmente de negros, na universidade. Valores como justiça, igualdade, esforço próprio, sobre os quais a maioria dos universitários respalda suas respostas contrárias às cotas, estão sendo questionados pelas políticas de ação afirmativa,o que indica que enfrentá-los é o grande desafio posto a essas políticas.
Palavras-chave

*

Bolsa CAPES. Agradecemos à FUNDUNESP, pela apresentação desta no CONPSI 2007.

Políticas afirmativas — Cotas na universidade — Valores — Igualdade compensatória.

Educação e Pesquisa, São Paulo, v.34, n.2, p. 255-272, maio/ago. 2008

255

University students’ representations of quotastudents: a confrontation of values*
Maria Suzana De Stefano Menin Alessandra de Morais Shimizu Divino José da Silva
Universidade Estadual Paulista

Fabio Lorenzi Cioldi Fabricio Buschini
Universidade de Genebra

Abstract

Contact Maria Suzana De Stefano Menin Centro Educacional UNESP Rua Roberto Simonsen, 305 19060-900 - Presidente Prudente - SP e-mail: sumenin@uol.com.br

The introduction ofa policy of quotas in Brazilian universities is recent and, despite being supported by various institutes of education, this kind of policy has faced opposition. The present study has as its objective to investigate what are the values more frequently present in the evaluations university students make of quotas users. Different types of questionnaires were applied to 403 students of a publicuniversity of the State of São Paulo, with the purpose of identifying if their representations about this issue varied according to the entry channel to the university, namely, simple exam, preparatory courses for disadvantaged students, and quotas, and according to the target public in question: black students or students from public schools. As a method of analysis, the study made use of the ALCESTEprogram and, as a complementary resource, content analysis. The results show the rejection to quota policies, since they are perceived as more threatening than policies related to entrance exams and free prep courses. In most of the answers given by the students, a conflict of values becomes clear: merit versus compensatory equality. The entrance exam, solely based on merit, is represented as...
tracking img