Cosmetologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1070 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Josilene Gomes Araújo |

* PediculoseA infestação por piolhos (pediculose) causa prurido intenso e pode afetar praticamente qualquer área da pele. Uma pessoa infestada por piolhos é dita como portadora de pediculose. A pediculose é, depois da gripe, a doença mais comum entre as pessoas de todos os níveis sociais. Ao contrário do que algumas pessoas pensamlêndea não é a forma feminina do piolho (lêndea não é a mulher do piolho, popularmente falando), mas sim o nome do ovo do piolho. Existe o piolho macho, o piolho fêmea e a lêndea. Os piolhos são insetos sem asas (ápteros), dificilmente visíveis, já que medem aproximadamente 0,5 e 8 mm corpo achatado e garras, que lhes permitem a fixação ao hospedeiro e possui uma coloração transparente ou brancoacinzentada; que são transmitidos facilmente através do contato interpessoal (cabeça-a-cabeça) e do compartilhamento de vestimentas e de outros objetos de uso pessoal. Os piolhos encontrados na cabeça Pediculus humanus capitis são muito semelhantes aos encontrados no corpo Pediculus humanus humanus, mas, na verdade, são insetos de diferentes espécies. Os piolhos encontrados na área pubiana Pthiruspubis (“chatos”) apresentam um corpo mais curto e mais largo que as outras duas espécies. A forma mais arredondada faz com que eles se pareçam com caranguejos. Eles ocorrem menos comumente em indivíduos negros. Os piolhos do corpo não são tão facilmente transmitidos quanto os piolhos da cabeça. Os piolhos pubianos, que infestam a área genital, são geralmente transmitidos durante as relações sexuais.Manifestações clínicas O primeiro sintoma é uma intensa coceira no couro cabeludo, principalmente na região da nuca e atrás das orelhas, além de prurido e um intenso comichão. A intensa coceira no couro cabeludo pode ocasionar feridas que são portas abertas para infecções bacterianas como a pioderma que é causada quando a bactéria estafilococos, que vive na nossa pele contamina a ferida abertapelo ato de coçar a cabeça freneticamente. A pediculose também pode transmitir outras doenças como o tifo (é uma doença transmitida pelo piolho humano do corpo que causa dores de cabeça, calafrio, febre, dores no corpo e nas articulações, manchas vermelhas e toxemia (substâncias tóxicas no sangue), que duram cerca de duas ou três semanas), a febre da trincheira (Uma febre intermitente causada porintervalos de calafrios, febre e esplenomegalia (é o aumento no volume do baço) sendo que cada um destes pode durar até 40 horas. Ela é causada pela bartonella quintana e transmitiada ao homem pelo piolho) e a febre recidivante (é quando períodos sem febre intercalam-se com períodos de febre por um ou mais dias).Josilene Gomes Araújo |

Tratamento Das medicações contra os piolhos, a permetrina é a mais segura, mais eficaz e mais agradável de usar. O lindano 1%, que é o mais utilizado na pediculose do couro cabeludo que pode ser aplicado como creme, loção ou xampu, também cura a infestação de piolhos, mas não é adequado para crianças, pois, em raros casos, pode causar complicações neurológicas.A piretrina também é utilizada algumas vezes. Todas essas medicações podem ser irritantes e exigem uma segunda aplicação após 10 dias para matar os piolhos recém-nascidos. É difícil tratar a infestação dos cílios e das pálpebras. Geralmente, os parasitas são removidos com o auxílio de uma pinça ou uso da vaselina pura que pode matar ou enfraquecer os piolhos localizados nos cílios.Na pediculosepubiana a droga de escolha é a solução de Lindane à 1%, pois as demais são muito irritantes para a região genital, sendo recomendado aplicá-la por duas noites consecutivas, lavando pela manhã e repetindo após uma semana. Na pediculose do corpo, a inutilização das roupas infestadas e a boa higiene do corpo são eficientes formas de tratamento.Quanto às fontes de infestação (pentes, chapéus,...
tracking img