Correr atras das minhas metas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2162 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESENHA/REVIEW
CASTILHO, Ataliba T. de. 2010. Nova Gramática do Português Brasileiro. São Paulo: Editora Contexto. ISBN 978-85-7244-462-0. (768 p.) Resenhado por/by: Francisco GOMES DE MATOS (Professor Emérito, Universidade Federal de Pernambuco) E-mail: fcgm@hotlink.com.br 2010 será um ano memorável na História das Gramáticas de Língua Portuguesa, com a publicação deste volume por umprofessor-pesquisador a quem conheci por meio de um artigo de sua autoria publicado na revista ALFA (Castilho, 1962), da Faculdade de Filosofia de Marília, SP . Desde então, venho acompanhando, à medida do possível, a atuação desse inspirado(r) linguista em favor do desenvolvimento dos estudos científicos sobre língua portuguesa, particularmente, do Português brasileiro. Assim, resenhar este livroconstitui um duplo prazer-desafio: registrar, neste texto, minha admiração pelo trabalho extraordinário realizado por Ataliba (ficaria estranho usar o sobrenome, pois assim me dirijo a ele) e partilhar algumas reflexões sobre a leitura dessa Gramática, doravante referida como NGPB. O planejamento feito pelo resenhador seguirá esta sequência: 1. Título e capa, 2. Objetivos, 3. Prefácio (Rodolfo Ilari),4. Organização e Conteúdos, 5. Enfoque científico, 6. Português autoral, 7. Terminologia e Glossário, 8. Índice, 9. Bibliografia, 10. Dados autobiográficos, 11. Conclusão.

1. TÍTULO E CAPA
Chama atenção o uso de Nova: essa adjetivação reflete, por um lado, a intenção autoral de oferecer uma abordagem inovadora à descrição científica do português brasileiro e, por outro lado, a concretização deuma gramática monoautoral, por quem, até recentemente, tanto amou seu “próximo linguístico” nos contextos universitários em que atuou/atua que exercia os papéis de organizador ou co-autor de volumes, principalmente
D.E.L.T.A., 26:1, 2010 (205-211)

206

D.E.L.T.A., 26:1

de textos centrados na gramática do português falado no Brasil. Poderia acrescentar que Nova também traduz a vontadeautoral de contribuir para nossa Tradição em Metodologia de Pesquisas Linguísticas (Cf. Pesquisando a diversidade do Português Brasileiro, 649 - 662). No título, louve-se a ocorrência de brasileiro: Ataliba contribui para confirmar-se terminologicamente a locução Português brasileiro, agora elevada a variante principal, na companhia de Português do Brasil. Destaque-se, também, a capa (AlbaMancini): traduz o sentimento de brasilidade por meio de dois barquinhos de papel, um verde, outro, amarelo, a navegarem juntos, no oceano da língua portuguesa. Na contracapa, ao lado do nome da Editora, aparece FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), que, nas palavras de Ataliba,”financiou os projetos cujos resultados desaguam nestas páginas: Projeto da Norma Urbana LinguísticaCulta de São Paulo, Projeto de Gramática do Português Falado e Projeto de História do Português de São Paulo” (33).

2. OBJETIVOS
Na Introdução, esclarece Ataliba que “postula a língua em seu dinamismo como um conjunto articulado de processos” (31) e que as atividades mentais desenvolvidas pelos usuários de língua portuguesa refletem “quatro sistemas linguísticos: o léxico, a semântica, odiscurso e a gramática” (32). Assim, sustenta que “A teoria multissistêmica aqui exposta tem um forte conteúdo funcionalista-cognitivista” (32). Criativamente, o autor adota uma dupla estratégia: texto expositivo e texto indagativo (no qual os leitores são imaginados como co-autores). Ao formular os objetivos de NGPB (veja-se Como consultar esta gramática), Ataliba, com muita humildade, aconselha:Procure ser o gramático de você mesmo (p.35). Assim, percebe-se o valor por ele atribuído ao direito, que deveria ter todo(a) pesquisador(a), de encontrar respostas para suas questões, comparando-as aos achados na literatura especializada, enfim, exercer o direito à autonomia investigativa na área de Estudos Linguísticos. Em suma, objetiva Ataliba mostrar como a língua é multissistêmica, na imensa...
tracking img