Correntes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1024 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Correntes
Correntes

Alessandro Mendonça e Cristiano Moraes
Alessandro

História da Corrente:
- 222 a. c.  E levador de canecas
- 1895

 B icicleta

- 1900

 C arro

- 1900

 A vião

C orrentes

C orrentes



São elementos de transmissão, geralmente
metálicos, constituídos de uma série de anéis
ou elos. Existem vários tipos de corrente e
cada tipo tem umaaplicação específica.



As correntes transmitem força e movimento
que fazem com que a rotação do eixo ocorra
nos sentidos horário e anti-horário. Para isso,
as engrenagens devem estar num mesmo
plano. Os eixos de sustentação das
engrenagens ficam perpendiculares ao plano.

Principais Partes:

Processo de Fabricação
Processo

-P la c a s : médio carbono, estampado, têmpera total- P inos : baixo carbono, trefilado, cementado
médio carbono, trefilado, têmpera por
indução
- B uc ha s : baixo carbono, extrusado, cementado
- R olos : médio carbono, extrusado, têmpera total

Elo de redução e elo de emenda:
Elo



A transmissão ocorre por meio do
acoplamento dos elos da corrente com os
dentes da engrenagem. A junção desses
elementos gera uma pequena oscilaçãodurante o movimento.



Algumas situações determinam a utilização
de dispositivos especiais para reduzir essa
oscilação, aumentando, conseqüentemente, a
velocidade de transmissão.

Vejamos a seguir alguns tipos





Grandes choques periódicos - devido à
velocidade tangencial, ocorre intensa oscilação
que pode ser reduzida por amortecedores
especiais.
Grandes distâncias -quando é grande a
distância entre os eixos de transmissão, a
corrente fica “com barriga”. Esse problema pode
ser reduzido por meio de apoios ou guias.



Grandes folgas - usa-se um dispositivo
chamado esticador ou tensor quando existe
uma folga excessiva na corrente. O esticador
ajuda a melhorar o contato das engrenagens
com a corrente.



Correntes de rolo simples, dupla etripla

Fabricadas em aço temperado, as correntes de
rolo são constituídas de pinos, talas externa e
interna, bucha remanchada na tala interna. Os
rolos ficam sobre as buchas.



Corrente de bucha

Essa corrente não tem rolo. Por isso, os pinos e
as buchas são feitos com diâmetros maiores, o
que confere mais resistência a esse tipo de
corrente do que à corrente de rolo. Entretanto, acorrente
de
bucha
se
desgasta
mais
rapidamente e provoca mais ruído.



Corrente de dentes

Nessa corrente, cada pino possui várias talas,
colocadas uma ao lado da outra. Assim, é
possível construir correntes bem largas e
resistentes. A corrente de dentes é usada para
transmissões de altas rotações, superiore sàs
permitidas nas correntes de rolete.



Corrente dearticulação desmontável

Esse tipo de corrente é usado em veículos para
trabalho pesado, como em máquinas agrícolas,
com pequena velocidade tangencial. Seus elos
são fundidos na forma de corrente e os pinos
são feitos de aço.



Correntes Gall e de aço redondo

Utilizadas para o transporte de carga, são
próprias para velocidade baixa e grande
capacidade de carga.



A dimensão dascorrentes e engrenagens são
indicadas nas Normas DIN. Essas normas
especificam a resistência dos materiais de
que é feito cada um dos elementos: talas,
eixos, buchas, rolos etc.



Os erros de especificação, instalação ou
manutenção podem fazer com que as
correntes apresentem vários defeitos. O
quadro a seguir mostra os principais defeitos
apresentados pelas correntes e suascausas.

Defeitos

Causas

Excesso de ruído

desalinhamento; folga excessiva; falta de folga; lubrificação inadequada;
mancais soltos; desgaste excessivo da corrente ou das rodas dentadas;
passo grande demais.

Mau assentamento
entre a corrente e as
rodas dentadas

rodas fora de medida; desgaste; abraço insuficiente; folga excessiva;
depósito de materiais entre os dentes da roda....
tracking img