Corporeidade motor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1022 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Corporeidade
Corporeidade ou Mente corpórea é um termo da filosofia para designar a maneira pela qual o cérebro reconhece e utiliza o corpo como instrumento relacional com o mundo. Corporeidade é supostamente animada pela alma humana que lhe daria transcendência pelo nosso corpo. A corporeidade guarda três dimensões que mantêm uma relação indissociável ecomplexa:
• Fisiológicos (físico),
• Psicológicos (emocional afetiva) e
• Espirituais (mental-espiritual sendo o universo físico, o universo da vida e o universo antropossocial).
É uma perspectiva inspirada na fenomenologia de Merleau-Ponty, que reconhece que "a cultura científica ocidental requer que tomemos os nossos corpos simultaneamente como estruturas físicas e como estruturasexperienciais vividas – em suma, tanto como externos e como internos, biológicos e fenomenológicos". Ressalta-se ainda que o eixo fundamental que articula essas duas estruturas corporais é a corporeidade, que por sua vez assume este duplo sentido: “acompanha o corpo como uma estrutura experiencial vivida e também como o contexto ou o meio de mecanismos cognitivos”. Os autores são enfáticos quandoafirmam que a corporeidade tomada nesse “duplo sentido” tem estado ausente da ciência cognitiva, quer seja na discussão filosófica quer seja na investigação prática. E mais: “tanto o desenvolvimento da investigação em ciência cognitiva como a relevância desta investigação para as preocupações humanas vividas requerem a tematização explícita deste duplo sentido da corporeidade”.
Motricidade humana
Acriação do conceito da Motricidade Humana, originou-se em 1986 com a defesa da dissertação do poeta e filósofo lusitano Manuel Sérgio, cujo tema era “Para uma epistemologia da Motricidade Humana”. O autor definia a motricidade Humana como Ciência da compreensão e da explicação das condutas motoras, visando o estudo econstantes tendências da motricidade humana, em ordem ao desenvolvimento global do indivíduo e da sociedade e tendo como fundamento simultâneo o físico, o biológico e o antropológico (SÉRGIO, 1987, p.153).
O corpo não é apenas um deslocamento em tempo e espaço, este é muito mais do que apenas um movimento em existência, mas um projeto a caminho de sua transcendência”.
Márcio Riscik, 2007
O corpo nãorealiza apenas ações físicas. Em relação às ações de um animal irracional estas são movidas por motilidade, trata-se de instintos os quais alimentam e mantém apenas sua sobrevivência. A cada ação de animal racional (ser humano) este possui mobilidade, é alimentado pela percepção a qual promove assim sua interação com os outros seres. Diante de sua percepção a ação do corpo depende de umaapreensão de conhecimentos os quais expressão em sentidos seus movimentos. No inicio de toda esta discussão a Motricidade Humana não pode ser vista apenas com um olhar superficial, pois o corpo e o movimento de um animal racional (ser humano) busca em seu movimento uma ação à transcendência para que o mesmo alcance sua superação.
A ótica da Motricidade requer que percebamos este movimento em totalidadepara o desenvolvimento dos seres humanos, o qual possa ser amplo em todas as fases de sua vida. Nessa perspectiva é imprescindível o ideal de corpo e seu movimento como estado de um projeto em construção consciente de ser e mover-se no mundo, para as exigências que norteiam seu deslocamento em tempo e espaço.
Com o desenvolvimento das novas formas de progresso cientifico a sociedade contemporâneapassou a fragmentar suas ações e percepções de projeto humano. Diante disso, o processo de uma nova percepção de ser encontra-se fragmentada, dualística e cartesiana alienando-o a passividade e submissão. Sendo assim em qualquer dimensão de movimento corporal, este deve atentar-se para as mudanças que o transformam em busca de sua humanização, pois a ciência da Motricidade Humana é um projeto...
tracking img