Cordel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1479 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
cordel
JOÃO PAULO II: O PAPA DA PAZ 
Varneci Santos do Nascimento 

O servo, nas mãos de Deus 
É moldado feito argila 
O coração e a mente 
Mudam de forma tranqüila 
Como fez com o polonês 
Chamado Karol Wojtyla. 

O século XX inicia 
Pra Polônia complicado, 
E em 18 de maio 
Do ano vinte falado 
Nascera em Vadovice 
Esse ser abençoado. 

Um país religioso, 
Extremamentecatólico 
Via-se agora invadido 
De modo vil e caótico 
Pelo torpe Comunismo, 
Soviético já histórico! 

Cercada completamente 
Por países protestantes 
Bem como por ortodoxos 
De Roma, os mais litigantes, 
Provocando os católicos, 
A serem mais vigilantes. 

E Karol desde criança, 
Um católico fervoroso 
Capaz de entrar em transe 
Adorando ao Poderoso 
Nas horas em que orava 
Pra nafé ser vigoroso. 

Com nove anos de idade 
A sua mãe faleceu 
Antes de completar vinte, 
Anos, seu papai morreu 
O irmão também se foi 
Na orfandade cresceu! 

Mas, além de ser cristão, 
Tornou-se nacionalista 
Amante da liberdade 
E opositor nazista 
Um democrata, e crítico, 
Do Regime Comunista. 

Montanhista, exímio ator, 
Representando o épico 
Já com dezenove anos 
Tinhaporte físico atlético 
Avesso à violência 
Correto, gentil e ético. 

Queria levar seu país 
À justa libertação 
Sendo ator, podia seguir, 
Fazendo apresentação, 
Todavia, ai surgiu, 
Sua nova vocação. 

Assombrando seus amigos 
Disse: eu vou estudar 
Afim de ser sacerdote 
No intuito de ajudar 
A nossa nação ser livre 
Sem de violência usar. 

Os nazistas na Polônia 
De modoestrito agressivo 
Tinham proibido às missas 
Por decreto decisivo, 
Tornando, estudar pra padre, 
Um ato subversivo. 

Esses nazistas, contudo, 
Sofreram a expulsão 
Feita pelos comunistas 
Também sem religião 
Crendo que o Comunismo 
Bastava pra salvação! 

E Karol além de padre 
Demonstrou-se um estadista 
Tendo por arma, a fé, 
Atuante e estrategista 
Assim conseguiu respeito 
Dogoverno comunista. 

Só com trinta e sete anos, 
De idade é nomeado 
Bispo, por João XXIII, 
Sem tardança, após, sagrado 
Pra o Vaticano II 
Wojtyla foi convocado. 

No Concílio teve uma, 
Discreta atuação, 
O suficiente para, 
Poder chamar atenção, 
De um cardeal que logo 
Sucederia João. 

Mas, Paulo VI também 
Partiu pra o Pai verdadeiro 
Deixou Karol cardeal 
Famoso no mundointeiro, 
Para depois suceder 
Papa João Paulo Primeiro. 

Esse que ficou somente 
Trinta e três dias no comando, 
Morrendo rapidamente 
Sem ninguém ta esperando 
Deixando o mundo perplexo 
Uma multidão chorando! 

E o cardeal da Cracóvia 
Votando no novo pleito 
Dos cento e oito prelados 
Noventa e nove de um jeito 
Escolheram o Wojtyla 
De eleitor, para eleito. 

Estavaquebrada assim, 
Uma secular tradição 
Onde só italianos 
Assumiam essa missão, 
Veio agora um polonês 
Pra do mundo, ser irmão. 

O pastor universal 
Começou a viajar 
Em setenta e nove foi 
O seu país visitar 
E durante vinte e seis, 
Anos nunca quis parar. 

Sua presença profética, 
Certamente ajudou 
Derrubar o Comunismo 
Por onde se alastrou 
Não demorou muito tempo 
Tal regimedesabou! 

Ao conseguir esse feito 
Toda a humanidade 
Aplaudia com carinho 
E amor, Sua Santidade, 
Tornando-se, na Polônia, 
Patrono da liberdade. 

Viveu uma fé atuante 
Atento e preocupado 
Ante os problemas do Globo 
Jamais João ficou calado 
E onde o povo sofria 
O papa estava de lado. 

Nunca lhe faltou palavras 
De conforto, aos excluídos, 
Pediu igualdade aos ricos 
Paracom os mais sofridos 
Incansável defensor 
Dos pobres despossuídos. 

Pela cultura da vida 
Determinado, lutou 
Mas, a cultura da morte 
Resoluto, condenou 
Dizendo: “só Jesus pode, 
Tirar vida, onde botou”. 

“Seja qual for o regime 
Se negar a liberdade 
Do ser humano, se torna, 
Uma arbitrariedade, 
Atentando contra Deus 
Em sua intimidade. 

Quebrou todo protocolo ...
tracking img