Copa do mundo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1032 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Copa do mundo


A África do Sul construiu cinco novos estádios de futebol em preparação para a Copa do Mundo FIFA de 2010. Será a primeira vez da história do país que a região terá estádios especialmente dedicados ao futebol. Sob o antigo governo do apartheid, os estádios eram construídos exclusivamente para o rúgbi e o críquete.
A Áfricado Sul tem pouca tradição no futebol, em 2002 participou da Copa da Coreia e Japão no grupo B, sendo eliminada na 1.ª fase da copa num grupo em que participavam as seleções da Espanha, da Eslovênia e do Paraguai, participou também da Copa de 1998, na França.
Grupo A
África do sul, México, Uruguai e França.
Grupo B
Argentina, Nigéria, Coreia do Sul e Grécia.
Grupo C
Inglaterra, EUA, Argélia eEslovénia.
Grupo D
Alemanha, Austrália, Sérvia e Gana
Grupo E
Países Baixos, Dinamarca, Japão e Camarões.
Grupo F
Itália, Paraguai, Nova Zelândia e Eslováquia.
Grupo G
Brasil, Coréia do Norte, Costa do Marfim e Portugal.
Grupo H
Espanha, Suíça, Honduras, Chile.
Sedes
Em 2005, foi liberada uma lista provisória de treze cidades-sedes, para serem usadas na Copa do Mundo de 2010 asquais foram:
Bloemfontein, Cidade do Cabo, Durban, Joanesburgo , Kimberley, Nelspruit, Orkney, Polokwane, Porto Elizabeth, Pretória, e Rustenburgo

África do Sul
Os primeiros navegadores europeus, chegaram à África do Sul no século XV.
No século XVII inicia-se a ocupação permanente da região do Cabo da Boa Esperança pelos holandeses.
De 1948 a 1993/1994, a estruturapolítica e social é baseada no apartheid, o sistema legalizado de discriminação racial que manteve o domínio da minoria branca nos campos político, económico e social.
Em 1983, é adotada uma nova constituição que garante uma política de direitos limitados às minorias asiáticas, mas continua a excluir os negros do exercício dos direitos políticos e civis. A maioria negra, portanto, não tem direitode voto nem representação parlamentar. O partido branco dominante, durante a era do apartheid, é o Partido Nacional, enquanto a principal organização política negra é o Congresso Nacional Africano (ANC), que durante quase 50 anos foi considerado ilegal.
Em Abril de 2010 foi assassinado o líder de extrema-direita Eugène Ney Terre'Blanche, que defendia a supremacia branca no país. Oacontecimento marca o aumento da violência e da tensão racial no país. Terreblanche foi encontrado morto na sua casa, no nordeste do país, com ferimentos na cabeça. O assassinato foi atribuído a dois dos seus empregados.
Criminalidade
O crime é um problema sério na África do Sul, especialmente o crime violento. Este fato teve um impacto profundo na sociedade: muitos dos sul-africanos mais ricosmudaram para comunidades fechadas.
Muitos emigrantes sul-africanos afirmam que o crime foi uma motivação para a sua saída do país.
Cultura
Não existe uma única cultura sul-africana, devido à diversidade étnica do país, e cada grupo racial tem a sua própria identidade cultural. Isto pode ser apreciado nas diferenças na alimentação, na música e na dança entre os vários grupos. Há, noentanto, alguns traços unificadores.
Culinária
A culinária sul-africana é fortemente baseada em carne e gerou a reunião social tipicamente sul-africana chamada braai. A África do Sul também se tornou um grande produtor de vinho, possuindo algumas das melhores vinhas do mundo nos vales em torno de Stellenbosch.
Suíça
A Suíça é uma república federal composta por 26 estados, chamados decantões, com Berna como a sede das autoridades federais. A Suíça é um país sem costa marítima cujo território é dividido geograficamente entre o Jura, o planalto suíço e os Alpes, somando uma área de 41.285 km². A população suíça é de aproximadamente 7,8 milhões de habitantes e concentra-se principalmente no planalto, onde estão localizadas as maiores cidades do país. Entre elas estão as duas...
tracking img