Coordenadas polares

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1765 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS
FACULDADE DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO








MOISES DOS SANTOS AZEVEDO
LEANDRO









AS DROGAS NO BRASIL





















GOVERNADOR VALADARES
2011
MOISES DOS SANTOS AZEVEDO
LEANDRO












AS DROGAS NO BRASIL









Projeto de Pesquisaapresentado à diciplina Estatistica Experimental, no curso de Engenharia de Produção, da Faculdade de Educação e Ciências da Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC, como requisito de avaliação parcial, referente a 2 etapa, sob orientação do(a) Prof. Elaine Lacieny Martins.










GOVERNADOR VALADARES
2011








SUMÁRIO

1INTRODUÇÃO..............................................................................03
2 ANTECEDENTES E JUSTIFICATIVA......................................03
3 REFERENCIAL TEÓRICO.........................................................03
4 OBJETIVOS E METAS................................................................03
4.1 Objetivos específicos...................................................................04
5HIPÓTESES...................................................................................04
7 MATERIAL E METODOS...........................................................04

8 DIFUSÃO DE TECNOLOGIA.....................................................04
REFERÊNCIAS................................................................................06





1 INTRODUÇÃO


A questão das drogastem dois aspectos importantes que precisam ser enfrentados. De um lado, a produção, comercialização e a oferta. De outro lado, o consumo dessas substâncias e as suas conseqüências. Estas facetas convivem numa relação de interdependência. A produção ocorre porque existe uma demanda que se mantém, estimulada pela produção. Diante disso, podemos afirmar que para enfrentar a questão das drogas essasduas facetas precisam ser enfrentadas na mesma proporção, tanto pela sociedade como pelo Estado.
Vários estudiosos do assunto (ACSERALD, 2003; TIBA, 1999; SUDBRACK et al, 2003) alertam que as políticas antidrogas precisam romper com a perspectiva exclusivamente repressiva e investir maciçamente em ações preventivas. São unânimes em afirmar que arepressão por si só, não é capaz de prevenir o usoindevido de drogas. Isto porque o consumo de drogas é uma prática que extrapola as condições de decisão.


2 TEMA
As Drogas no Brasill

3 ANTECEDENTES E JUSTIFCATIVA
Em meados de outubro de 2006, passou a vigorar no Brasil uma nova lei de drogas, a Lei 11.343/06. A nova lei acaba com a pena de prisão para o usuário de drogas. No entanto,
os procedimentos penais continuam osmesmos, ou seja, o indivíduo flagrado usando drogas é
levado para a delegacia, assina o Termo Circunstanciado e se compromete a comparecer no
Juizado Especial Criminal para a audiência judicial. Atualmente, o usuário pode ser
submetido às seguintes medidas: advertência verbal, prestação de serviço à comunidade,
medida educativa de comparecimento a programaou curso educativo e, em último caso,
multa.
Mesmo considerando-se que a administração institucional do uso de drogas permanece
oficialmente no âmbito do sistema de justiça criminal, deve-se reconhecer que a nova lei
sinaliza na direção da descriminalização do uso. O ponto fundamental nesse sentido é o fim
da pena de prisão. No entanto, essa mudançaacarreta outras conseqüências na relação entre o
sistema criminal e o usuário que estão sendo pouco discutidas.
Uma delas diz respeito à aceitação, cada vez maior, do deslocamento da administração
institucional do uso de drogas da esfera oficial judicial para a esfera extra-oficial policial.
Atrelada a essa, outra conseqüência tem relação com o endurecimento penal do...
tracking img