Cooperativismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1253 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA
Departamento de Educação: Campus – XI




Bruna Alves de Oliveira e Oliveira
























Projeto Governança Cooperativa:
Diretrizes e Mecanismos para o Fortalecimento da
Governança em Cooperativas de Créditos do Brasil
















Serrinha
2008Projeto Governança Cooperativa: Diretrizes e Mecanismos para o Fortalecimento da Governança em Cooperativas de Crédito no Brasil


O texto mostra que as diretrizes para boas práticas de governança em cooperativas de crédito no Brasil é um documento com o objetivo de apresentar recomendações gerais sobre governança, elaboradas com base em estudos e pesquisas desenvolvidas pelo Banco Central doBrasil, cujo desenvolvimento ocorreu no âmbito do projeto estratégico denominado “Governança Cooperativa: diretrizes e mecanismos para o fortalecimento da governança em cooperativa de crédito no Brasil”.
As diretrizes indicam caminhos para que as cooperativas obtenham êxito em suas práticas de governança e buscam respeitar a heterogeneidade das cooperativas de créditos brasileiras. A adesãoàs diretrizes é voluntária porque não possuem caráter normativo, e sua adoção por parte das cooperativas deve ser precedida de discussão interna, visando à reflexão para a adequação. Dessa forma, as diretrizes guardam obediência aos princípios e valores cooperativistas e aos princípios da boa governança.
Os problemas de governança se iniciam no momento em que ocorre a separação entre apropriedade e a gestão das empresas. Por isso, a função principal das práticas de governança é assegurar que os executivos persigam os objetivos determinados pelos proprietários e pelos responsáveis pelas decisões estratégicas, e não seus próprios interesses. Um exemplo no ambiente das empresas privadas são as denominadas “boas-práticas” de governança corporativa, que passaram a ser perseguidas,exigidas e vistas como uma forma de o investidor assegurar o tratamento adequado de seus interesses, principalmente o retorno de investimento.
Dessa maneira, as pesquisas têm se orientado para propor soluções para questões abrangentes, resultantes das interações entre os grupos de influências sobre a organização, onde, todo tipo de organização e não somente as empresas privadas possam sebeneficiar dos avanços no campo da governança. Contudo, a razão principal das preocupações da governança nas organizações está em ajustar os interesses envolvidos, alinhando diferenças entre expectativas dos grupos de proprietários e orientando e acompanhando os gestores.
Para se ter um sistema de governança bem desenvolvido tornando as relações mais transparentes, reduzindo riscos diversos emelhorando a segurança de todas as organizações foi preciso construir um modelo de governança respeitando as singularidades de cada tipo de organização. E, a partir de tal modelo aconteceu o Projeto Governança Cooperativa idealizado para contribuir com o crescimento sustentado do segmento de crédito cooperativo e visando ajudar para a construção de um sólido e adequado ambiente de governança, onde asolidez e a eficiência do sistema financeiro, e a do segmento de cooperativa de crédito passem por uma boa governança.
Visando obter sólido referencial sobre as questões de governança foi realizada uma pesquisa bibliográfica e documental para sistematizar informações precisas de modo a serem identificadas tendências em diferentes contextos para o trabalho de adaptação do conceito e daspráticas às singularidades das cooperativas de crédito no Brasil. A segunda etapa da pesquisa teve entrevistas em profundidade objetivando conhecer, além dos documentos, suas práticas de governança, que visou reconhecer as principais questões e problemas em relação à governança das cooperativas de crédito. Toda essa pesquisa possibilitou o embasamento necessário à definição das diretrizes para boas...
tracking img