Controlo interno- auditoria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2895 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
2010/2011

| |
| |
||

“Um bom controlo interno é um dos mais efectivos dissuasores da fraude…”

William McDonough

Índice

Pag.

Introdução ……………………………………………..………………………………4

Definição e âmbito do Controlo Interno..……………………………………..………. 6

Controlo internocomo suporte á auditoria externa ……………….……………………8

Meios financeiros líquidos……………………………...……………………………….9
Aspectos contabilísticos a reter ……………….……………………………………….10

Formas de actuação do Controlo Interno …………………………….……………….. 12

Procedimentos de Auditoria ……………………..………..…………….……..………15

Conclusão …………...……………………………………………...……………….…17

Referências bibliográficas…………………..……………………..………………..…18

Introdução

O presente trabalho foi solicitado pelo docente da unidade curricular de Auditoria Financeira no âmbito da avaliação contínua, ao qual nos foram apresentados diversos temas. O tema por nós escolhido, foi o Controlo interno, mas devido abundância a que este tema nos leva, decidimos restringi-lo apenas a uma rubrica “Meios Financeiros Líquidos”.

A actividade profissional do auditor/revisor tem ajudado aimpulsionar o desenvolvimento dos mercados, além de contribuir para o desenvolvimento da entidade e a ordem socioeconómica mundial, o auditor/revisor tem exercido assim um papel fundamental.
Aos usuários externos da informação contabilística, e dos próprios clientes, a actuação do auditor é sinónimo de confiança e credibilidade.

Nos últimos tempos, a onda de escândalos financeiros, com grandesempresas de auditoria envolvidas, como o caso Enron, marcaram de certa forma a actividade profissional dos auditores e parece ter mudado um pouco a visão de responsabilidade desses profissionais sobre esses factos. Porque hoje em dia, os negócios das sociedades inserem-se num meio envolvente cada vez mais transparente, em que os potenciais utilizadores da informação – Estado, Banca, investidores,accionistas, credores, clientes (stakeholders) – procuram informação fiável, estes utilizadores necessitam de ter confiança na informação fornecida por uma empresa e pensar que esta foi preparada objectivamente e apresentada de forma verdadeira (essa credibilidade pode ser reforçada por via da intervenção do auditor/revisor).

Ao longo da actividade da entidade, existem também riscosrelacionados com a actividade operacional. Um dos meios eficientes para assegurar que a empresa tenha um desempenho satisfatório, é a implementação de sistemas de controlo interno. Uma vez que este visa proporcionar segurança no decorrer da actividade da entidade na busca aos seus objectivos e metas estabelecidas.

Com este trabalho pretendemos mostrar a importância da implementação de um bomcontrolo interno numa entidade, bem como uma apresentação eficiente de medidas de controlo interno na rubrica “Meios Financeiros Líquidos”. Sendo então, vamos começar este trabalho com uma breve apresentação do que é o controlo interno e salientando qual o seu objectivo no contexto empresarial, e de seguida como este pode ser implementado na rubrica “Meios Financeiros Líquidos”.

1. Definição eâmbito do Controlo Interno

Numa breve leitura às definições de controlo interno, verifica-se que o conceito não é unânime entre os autores que se ocupam do estudo do controlo interno, pelo facto deste ser bastante abrangente. Face às definições abordadas, entendemos como conceito perfaço o seguinte:

“Um sistema de controlo interno consiste em todas...
tracking img