Controle de sinantrópicos na cadeia alimentícia

Páginas: 15 (3739 palavras) Publicado: 4 de outubro de 2011
Controle de

Sinantrópicos na CadeiaAlimentícia

Matias

Consultoria e Capacitação Profissional
Médico Veterinário, MSc Consultor em Controle de Sinantrópicos Credenciado pela Aliança Internacional de HACCP

1/103

Dr. Ricardo Soares Matias, MV, MSc

Matias Consultoria

Matias

Consultoria e Capacitação Profissional

A Atuação das Equipes de Vigilância Sanitária e SaúdeAmbiental na Fiscalização das Desinsetizadoras. Atuação das Equipes de Vigilância Sanitária na fiscalização de Revendas Agropecuárias. Atuação das Equipes de Vigilância Sanitária na fiscalização da indústria de alimentos. Capacitação das equipes de Vigilância em Saúde no controle de sinantrópicos. Capacitação das empresas de alimentos na organização de manual de Boas Práticas com vistas à introdução deHACCP. Capacitação das empresas de alimentos no controle de sinantrópicos e a Contratação de Desinsetizadoras. Capacitação das Unidades Armazenadoras no controle de sinantrópicos com vistas à certificação. Capacitação das desinsetizadoras na elaboração do Manual de Boas Práticas para implementação do HACCP. Treinamento das desinsetizadoras no controle de sinantrópicos. Capacitação dasdesinsetizadoras dentro das normas ABNT para aplicação interna, para certificação ou para fins contratuais. Legislação sanitária Federal, Estadual e Municipal no controle de sinantrópicos. Capacitação do Responsável Técnico no exercício de suas funções nas Desinsetizadoras e Indústrias. Consultoria às Desinsetizadoras e Indústrias.

Av. Dona Adda Mascarenhas de Moraes 590/202, Jd. Planalto, CEP: 91220-140,Porto Alegre, RS. Av. Dona Adda Mascarenhas de Moraes 590/202, Jd. Planalto, CEP: 91220-140, Porto Alegre, RS. Fone/Fax: (51) 3344 4540 Celular: (51) 8193 6137 e-mail: ricardomatias@terra.com.br Fone/Fax: (51) 3344 4540 Celular: (51) 8193 6137 e-mail: ricardomatias@terra.com.br
2/103 Dr. Ricardo Soares Matias, MV, MSc

Matias Consultoria

Já no final da década de 50, professores daUniversidade da Califórnia publicaram um trabalho sobre o conceito de Controle Integrado, que se transformou num marco da Entomologia Aplicada. Os autores propuseram uma estratégia de convivência com as pragas, dando oportunidade ao controle biológico natural e recomendando o controle químico quando a população da praga atingisse níveis que causassem prejuízos maiores do que os custos de controle. Segundoalguns autores este conceito durou uns 10 anos seguido pelo MIP. A proposta da Califórnia preconizava a soma racional do controle biológico com o uso de inseticidas, enquanto que a proposta da Austrália ampliava as opções de controle. Dessa forma, e a partir de trabalhos posteriores, teve início uma nova maneira de pensar o controle de pragas. Inicialmente denominado Controle Integrado, evoluindoposteriormente para Manejo Integrado de Pragas. Neste sentido a idéia é reduzir o número de aplicações refletindo em economia ao agricultor bem como diminuir o impacto ambiental. Entretanto uma dificuldade que ao países apoiadores desta estratégia tem é a de falta de conhecimento da praga a ser combatida e sua relação com o ambiente para se saber quando o nível de dano passa a ser indicativo deaplicação.
Dr. Ricardo Soares Matias, MV, MSc

3/103

Matias Consultoria

Quando transferimos estas conceituações para a área de saúde pública verifica-se uma confusão de conceitos, usando-se como sinônimo Controle Integrado de Manejo Integrado. Muito mais que uma simples diferença semântica é uma nova forma de pensar o controle. Neste ambiente onde se situam os problemas de saúde pública, oambiente humano, os conceitos ecológicos tomam uma nova formatação uma vez que as considerações sobre ambiente natural deixam de existir passando a existir um ambiente criado pelo homem, um sistema antropomórfico onde os sinantrópicos passam a ter novos inimigos naturais, sua dinâmica populacional sofre uma forte influência da condição humana e urbana trazendo consigo toda uma sorte de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Planejamento e controle da cadeia de suprimento
  • PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO EM UMA INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA
  • Planejamento e controle da cadeia de suprimentos
  • Planejamento e controle da cadeia de suprimento
  • CONTROLE DA CADEIA DE TEMPERATURA EM UMA UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO
  • SIMULAÇÃO E CONTROLE DO DIA-A-DIA DE UMA INDUSTRIA ALIMENTÍCIA COM O USO DA SOLUÇÃO ERP
  • Insetos sinantrópicos
  • Indústria Alimentícia:

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!