controle de roedores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1638 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE MACAPA
CURSO TECNOLOGO EM GESTÃO AMBIENTAL










CONTROLE DE ROEDORES













ACADEMICOS:






CONTROLE DE ROEDORES





Trabalho de pesquisa, Orientado pelo prof Wagner no curso de gestão ambiental 2 termo










1 APRESENTAÇÃOOs roedores têm merecido a atenção de pesquisas da área da saúde humana e produção animal, basicamente, em função de dois grandes aspectos: são reservatórios de importantes doenças, inclusive com significado zoonótico; e são responsabilizados por importantes perdas econômicas exemplificado pelo fato de consumirem grandes parcelas de alimentos armazenados (BEVILACQUA etal, 2004).A infestação por roedores em núcleos populacionais é um problema que vem, historicamente, afetando a humanidade. O processo de urbanização e ocupação desordenada, bem como a intervenção humana nos espaços naturais, determina condições de aproximação das espécies humana e animais (sinantropia), alguma delas não desejáveis, como os roedores, que são considerados animais sinantrópicoscomensais (BRASIL, 2002; GARCIA, 2008).
O conhecimento das espécies de roedores que infestam áreas específicas e a dinâmica dessa população se torna importante à medida que as ações de controle, sejam de anti-ratização ou desratização, devem ser planejadas e executadas também em função da espécie que se quer controlar. Esse conhecimento é um dos pressupostos do que atualmenteentendido como manejo integrado de roedores (BEVILACQUA etal2004).
Os excedentes de alimentos e sua guarda junto ao domicílio humanogeraram mudanças comportamentais de animais que possibilitaram asinantropia e a transformação de zoonoses em doenças humanas (DUARTE, 2008).















2 OBJETIVO
Pesquisar sobre roedores especificamente ratos, conhecer suasespécies reprodução,quantos filhotes cada roedor tem por gestação características ,comportamento de cada espécie ,fazer sua abordagem cientifica e formas de controle ,e quais as conseqüências que trazem para a população, enfim aprender sobre este assunto e repassar essas informações para os acadêmicos de maneira simples e fácil entendimento.

3 METODOLOGIA
Através de pesquisaonde informes dados contundentes de controle de roedor já realizado, encontrados em livros em setes da internet, em artigos e no manual de controle de roedores.



















Principais Espécies de Roedores
Os ratos e os camundongos pertencem à subordem Sciurognathi, família Muridae, subfamília Murinae; são considerados sinantrópicos por associarem-se aohomem em virtude de terem seus ambientes prejudicados pela ação do próprio homem.Das espécies sinantrópicas comensais, a ratazana (Rattus norvegicus), o rato de telhado (Rattus rattus), e o camundongo (Mus musculus), são particularmente importantes por terem distribuição cosmopolita e por serem responsáveis pela maior parte dos prejuízos econômicos e sanitários causados ao homem. No quadroencontram-se informações acerca da biologia, comportamento e morfologia dessas três espécies comensais.

Ratazana - Rattus norvegicus

A ratazana, também conhecida como rato de esgoto, rato marrom, rato da Noruega, gabiru, etc., é a espécie mais comum na faixa litorânea brasileira. Vive em colônias cujo tamanho depende da disponibilidade de abrigo e alimento no
Território habitado,podendo atingir um grande número de indivíduos em situações de abundância alimentar. É uma espécie de hábito fossorial5, seu abrigo preferencial fica abaixo do nível do solo. Com o auxílio de suas patas e dentes, as ratazanas
Cavam ativamente tocas e/ou ninheiras no chão, formando galerias que causam danos às estruturas locais. Encontram-sefacilmente em galerias de esgotos e águas pluviais, caixas...
tracking img