Controle de estoque

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6600 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONTROLE DE ESTOQUE
 
Controle de estoque é o procedimento adotado para registrar, fiscalizar e gerir a entrada e saída de mercadorias e produtos da empresa. O Controle de estoque deve ser utilizado tanto para matéria-prima, mercadorias produzidas e/ou mercadorias vendidas.
 
O planejamento é um dos principais instrumentos para o estabelecimento de uma política de estocagem eficiente, tendoem vista que normalmente o setor de vendas deseja um estoque elevado para atender melhor o cliente e a área de produção prefere também trabalhar com uma maior margem de segurança de estoque, por outro lado, o departamento financeiro quer estoques reduzidos para diminuir o capital investido e melhorar seu fluxo de caixa, e até mesmo depender menos de capital de terceiros caso o estoque sejafinanciado (compras a prazo).
-------------------------------------------------
Logística, como mudar o layout do armázem
Já se perguntou por que o arranjo físico de todo centro de distribuição é tão similar? O mesmo fizeram dois pesquisadores que observaram que todos os centros de distribuição tinham basicamente o mesmo layout: fileiras de corredores paralelos, com cruzamentos perpendiculares. Elesperguntaram: Por que os cruzamentos dos corredores precisam estar a 90 graus? “Isso nos levou à resposta óbvia – eles não precisam,” diz Kevin Gue, professor de engenharia da Universidade de Auburn.
Gue e seu colega, o pesquisador Russell Meller, professor de engenharia industrial e diretor do Centro de Engenharia Logística e Distribuição da Universidade de Arkansas, estudaram as configurações dasdistribuições de estruturas porta-paletes em armazéns e descobriram que, apesar da demanda crescente pelo atendimento mais rápido e eficiente de produtos, os modelos tradicionais dos centros de distribuição não mudaram. E o que é pior, os modelos convencionais restringem a produtividade. Depois de explorar os modelos de corredores alternativos, eles desenvolveram duas onfigurações que segundo elesmelhoram consideravelmente o tempo das separações de pedidos.
Corredores em forma de “Y”
O primeiro modelo que eles descobriram, usa dois cruzamentos na diagonal que se originam do mesmo ponto de separação e depósito. Vistos de cima, os cruzamentos formam um “Y”. Esta modificação simples dá uma “vantagem em linha reta” durante o percurso de-para alguns locais de separação. Meller e Guedescobriram que este modelo reduziu o tempo de trajeto por volta de 11% em comparação aos métodos tradicionais.
“Isso nos levou a perguntar: Quais outras ideias temos da estrutura dos armazéns? Descobrimos que existem muitas. A próxima que enfrentamos foi por quê os corre dores têm que estar na mesma orientação?” diz Gue. 

Corredor em Y em um armagem
Corredores em forma de “V”
Seguindo esta linha deperguntas, o segundo modelo alternativo de Meller e Gue manteve os cruzamentos dos corredores em “Y”, porém reorientou alguns corredores de separação. Vistos de cima, os corredores de separação verticais se estenderam do interior do formato em “Y”, enquanto que as fileiras horizontais dos corredores de separação ocupam as duas seções externas dos cruzamentos dos corredores.
Chamamos isto decorredores em “V” e as vantagens são quase duas vezes mais que o modelo de cruzamento em “Y”. Meller conta que os testes mostraram que o tempo de trajeto para uma separação em um armazém em “V” é 20,4% menor que em um armazém tradicional equivalente com o mesmo comprimento total de corredores de separação.
“Os corredores de separação em “V” permitem que os separadores percorram quase em linha retaaté o ponto de retirada e depósito,” explica Gue.
Para provar isso, Meller e Gue calcularam o tempo de retirada esperado em um armazém onde os funcionários poderiam teoricamente percorrer em linha reta em cada localização de palete. Eles descobriram que o armazém proporcionaria uma redução de tempo de trajeto de 23,5% em comparação ao modelo de centro de distribuição tradicional.
“Estamos...
tracking img