Contribuição de descartes para filosofia com a sua política

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ORGÃOS
CENTRO UNIVERSITARIO SERRA DOS ORGÃOS
CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS
CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA

Disciplina: filosofia ePraxis Educativa
Professor (a): Manoel Estudante: Quédima Lopes de Oliveira
Data: 21/03/2011Para que filosofia?

A primeira vista, entendemos a filosofia como algo enigmático, profundamente abstrato e distante da realidade. Essa visão da filosofia decorre dos complexostrabalhados de pensadores que ao longo da nossa existência, fizeram indagações sobre o conhecimento, sobre os valores, sobre a natureza, sobre a beleza e sobre o homem.

Porque foi feitoum paralelo entre Neo e Sócrates?

O paralelo entre Neo e Sócrates, foi feito devido ao fato dos dois tentarem conhecer a si mesmos. Sócrates queria descobrir, porque muitos o chamavam de sábio.A resposta que ele deu a pergunta do oráculo “só sei que nada sei”, fez dele o homem mais sábio de todos ao admitir que nada sabia. Filho de uma parteira, Sócrates dizia que sua mãe ajudava oscorpos a nascerem, e que ele também era um parteiro, mas não de corpos e sim de almas.
Neo e Sócrates lidavam com a matrix mental, auxiliando mentes a se libertarem das aparências e buscar averdade.

Mito da caverna

Mito da caverna por exemplo: nos mostra o quanto vivemos na obscuridade, muitas vazes temos medo de encarar a própria realidade e nosescondemos dentro de nós mesmos sem tentar, por medo, ou porque alguém disse que não dá, que é difícil e por ai vai. Quando finalmente decidimos sair da caverna, enxergar que existe um mundo deoportunidades, no primeiro instante dá vontade de parar. Por medo ou insegurança, pensamos até em voltar a se esconder, mas quando se descobre que existe uma luz intensa ao invés de uma que mal dá pra se...
tracking img