Contracultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3594 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CONTRACULTURA E RELIGIÕES ALTERNATIVAS Autora: Mareska Roberta Cruz Orientadora: Profa. Dra. Eliane Moura Silva

O objetivo deste projeto de pesquisa é analisar o movimento da contracultura e as religiões alternativas inseridas no movimento conhecido como Nova Era entre o final dos anos 1960 até inícios dos 1980. A pesquisa será centrada numa análise da literatura e de revistas da época, dandoênfase aos aspectos relativos às novas formas de expressão religiosas que surgiam naquele período. Entre as obras a serem analisadas estão livros de autoria de Carlos Castañeda, Erich von Däniken e Jack Kerouac, entre outros selecionados, por serem representantes do pensamento da época e por terem influenciado essa "geração do desbunde", como era (e ainda é) conhecida. Também serão colhidasinformações sobre alguns adeptos do movimento, como o cantor Raul Seixas, o escritor Paulo Coelho, entre outros, buscando compreender como essa geração definia a si mesma. As revistas escolhidas foram a Planeta, da Editora Três, e o Pasquim, que continha uma coluna escrita por Luis Carlos Maciel, chamada "Underground". Com a análise dessas publicações e obras poderemos observar como acontecia essa buscapor um tipo de religiosidade que atendesse aos anseios e necessidades de toda uma geração que não mais se contentava em se submeter aos moldes tradicionais impostos pelo momento do regime militar brasileiro. A pesquisa desenvolvida agora consiste numa continuação de temas trabalhados em pesquisas anteriores: Budismo e Pós-modernidade, que tratou das adaptações na religião quando ela vem do Orientepro Ocidente, e Budismo e Mídia Impressa, que analisou a divulgação da religião na grande imprensa brasileira, sendo que foi a partir dessa segunda pesquisa que ampliamos o tema para religiões alternativas. Ao romper com o sistema vigente na época e com o que ele representava, rompia-se também com as religiões tradicionais, que não eram mais capazes de acompanhar a contestação promovida pelacontracultura. Na década de 1960, envolta num clima de insatisfação cada vez mais crescente com as restrições impostas pela ditadura militar (1964-1985), a sociedade brasileira presencia o surgimento e o crescimento de um movimento que se mostrava contrário às normas da época, como uma alternativa para quem não se mostrava inclinado a aderir nem ao que viam como sendo uma direita que apoiava o regime,nem ao movimento guerrilheiro de esquerda: a Contracultura. Rejeitados e criticados por ambas as partes, buscavam no questionamento social, nas drogas e nas

1

religiões alternativas uma forma de livre expressão dentro de uma situação que se apresentava como cada vez mais opressiva. Nos anos 60 se tornava visível na sociedade o crescimento de um movimento contrário a todas as normas vigentesna época, quebrando vínculos com o que era considerado tradicional. Mergulhados na ditadura (1964-1985), grande parte da juventude se mostrava insatisfeita e ávida por mudanças que lhes permitisse fugir daquele modo de vida considerado antiquado que o sistema ditatorial lhes oferecia. Diante das opções oferecidas na época (a direita conformada com o poder e a esquerda militante) essa geração criauma terceira via; esse outro caminho, buscando liberdade através de uma revolução que, ao invés de pegar em armas, revirava com as bases sociais, os costumes e se expressava através de festivais, encontros, música, amor livre, drogas e religiões alternativas: surgia assim o movimento da Contracultura. Taxados de alienados, drogados, vagabundos e pejorativamente apelidados de “desbundados”,procuravam dar às suas vidas um sentido que fosse além daqueles que podiam encontrar numa sociedade que se mostrava cada vez repressiva, sentido esse muitas vezes encontrado ao entrarem em contato com as religiões alternativas. Numa definição do termo, a Contracultura, nas palavras Luís Carlos Maciel – colaborador do Pasquim nos anos 1970 entre outros jornais underground, além de autor de diversos...
tracking img