Contextos e multirealidades da pobreza e exclusão numa sociedade globalizada: que desafios para o serviço social contemporâneo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5040 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Contextos e multirealidades da pobreza e exclusão numa sociedade globalizada: que desafios para o Serviço Social contemporâneo?

Unidade Curricular
Serviço Social, Pobreza e Exclusão

Curso: Serviço Social, 2º ano

Janeiro 2012

Nota: O presente trabalho foi elaborado de acordo com o novo acordo ortográfico.

“Aplaudem‐se as tolices de um ricoenquanto nem se dá ouvidos àsmáximas de umpobre”

Baltasar Grácian y Morales
Sumário

Introdução 4

Capítulo 1 5
1.1. Conceito de Pobreza 5
1.2. Conceito de Exclusão Social 6
1.3. Pobreza e Exclusão no Processo da Globalização 8
1.4. Produção de Desigualdades 9

Capítulo 2 10
1.
2.5. Definição de Sociedade Inclusiva e Solidária 10
2.6. Papel do Serviço Social na promoçãode uma Sociedade
Inclusiva e Solidária 13
2.7. Projeto de Luta contra a Pobreza 15

Conclusão 18

Bibliografia 20

Introdução

O presente trabalho foi realizado no âmbito da unidade curricular de Serviço Social, Pobreza e Exclusão, leccionado pela Mestre Vanda Ramalho, tendo como principal objetivo aprofundar conhecimentos acerca do tema “Contextos e multirealidades dapobreza e exclusão numa sociedade globalizada: que desafios para o Serviço Social contemporâneo?”.
A pobreza é constante no nosso dia-a-dia. Infelizmente cada vez mais se tornou um fenómeno difícil de desaparecer. Cada vez mais são aqueles que adotam as ruas como o seu lar. Pessoas como nós, com sonhos, esperanças, desejos e ambições, que por inúmeros motivos não têm a possibilidade de osrealizar.
Antigamente pensava-se que a pobreza era um mal exclusivo dos países subdesenvolvidos. E sim, de facto não é mentira nenhuma. A pobreza é um dos maiores flagelos estruturais desses países, atingindo altos níveis de desumanização, de despojamento e de miséria inimaginável. Logo, os países ricos não davam a mínima importância ao problema, pois caíam no erro de pensar que o crescimentoeconómico teria como consequência a redução da pobreza, pelas maiores oportunidades de emprego, consumo e riqueza que surgiam.
O flagelo da pobreza e da exclusão social tem-se agravado muito nas últimas décadas. Todos os esforços que se têm vindo a fazer na luta contra este problema, como a luta contra a fome, o analfabetismo, a mortalidade infantil, as doenças endémicas, a baixa esperança média de vida,entre outras, são muito pouco em relação àquilo que há para ser resolvido e aos novos problemas que surgem, que por vezes são causa e conflito de tensões étnicas e de deslocações maciças das populações, entre outros fatores.
Assim, ao longo deste trabalho irei abordar as definições de Pobreza e Exclusão e qual o papel destas no processo de Globalização e na produção de desigualdades. Comoseguimento desta primeira abordagem ao tema, irei também definir o que é uma Sociedade Inclusiva e Solidária, e qual o papel do Serviço Social na sua promoção.
Por fim irá ser feita uma análise reflexiva do tema, em jeito de conclusão e nos anexos apresento o projeto de luta contra a pobreza que escolhi.
Capítulo 1

1.1. Conceito de Pobreza

O fenómeno da pobreza, seja no plano individual,familiar ou comunitário, constitui sempre uma experiência humana especialmente dolorosa, marcando os rostos de todas as idades. Diversas iniciativas surgiram nas últimas duas décadas sobre a crescente importância deste problema humano, que justifica a urgência de respostas operacionais eficazes.
Sendo a pobreza um fenómeno complexo que marca tragicamente a vida de muitas pessoas, afetando-as “nasua carne, na sua alma e na sua humanidade”, é difícil criar uma definição suficientemente abrangente para a explicar.
Segundo o Dicionário da Língua Portuguesa, Pobreza significa: estado ou qualidade de pobre; falta do necessário à vida; escassez, indigência, penúria; a classe dos pobres ou ainda, pequeno número, pouca abundância.
Ser pobre não representa apenas uma ausência de recursos...
tracking img