Contemplar os aspectos histórico/ filosóficos/psico-sociais do período de 1940 à 1960 do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2354 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL

ANA PAULA DA SILVA PINTO

a trajetória do serviço social no brasil
– capitulo II -

Santa Luzia/MG
2011

ANA PAULA DA SILVA PINTO

a trajetória do serviço social no brasil
– capitulo II -

Trabalho apresentado ao Curso de Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas de Filosofia; Psicologiageral; Fundamentos históricos, teóricos e metodológicos do serviço social I Seminário Temático II, Sociologia.

Orientadores : Marcia bastos, Lisnéia Rampazzo, Ardaly
Rosana, Sergio de goes.




Santa Luzia/MG
2011

SumárioINTRODUÇÃO.............................................................................................................3
DESENVOLVIMENTO.................................................................................................4
CONCLUSÃO..............................................................................................................8REFERENCIAS...........................................................................................................9

Introdução

Quando o Serviço Social surgiu no Brasil, na década de 30 do século passado, registrava-se no País uma intensificação do processo de industrialização e um avanço significativo rumo ao desenvolvimento econômico, social, político e cultural. Tornaram-se mais intensas também as relações sociais peculiares ao sistemasocial capitalista.
Quando se coloca em discussão a denominada questão social, dois elementos surgem em destaque: o trabalho e o capital. A resposta desse conflito, vai depender da maior ou menor importância que se atribui a um ou outro. Para entender melhor essa problemática, considera-se, de início, o trabalho humano, destacando as relações sociais que se desenvolvem no sistema produtivo.Focaliza-se, então, o nucleo da questão social, a exploração do trabalho pelo capital, com todas as suas conseqüências para a vida do trabalhador.
O Serviço Social profissional teve suas origens no contexto do desenvolvimento capitalista e do agravamento da questão social. Para compreender as circunstâncias históricas ligadas ao surgimento dessa profissão no Brasil, estudou-se o contexto da época emque foi criada no País.
Nesse contexto, foi elaborado uma série de medidas de políticas sociais, como uma forma de enfrentamento das mudanças da questão social, ao mesmo tempo em que o Estado conseguia a adesão dos trabalhadores, da classe média e dos grupos dominantes, donos do capital.
O governo populista adotava, mecanismos de centralização político-administrativa, que favoreciam o aumentoda produção, dando condições para a expansão e a acumulação capitalista. Relacionando o Serviço Social com a questão social e com as políticas sociais do Estado, tornou-se necessário o debate de alguns elementos da dificuldade do Estado: o Estado liberal, o Estado intervencionista, e as funções educativas, políticas e sociais que se desenvolvem no âmbito do Estado moderno.

Desenvolvimento

ATRAJETÓRIA DO SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL – CAPITÚLO II –

A reconstrução histórica como profissão no Brasil, teve como objetivo restaurar os compromissos, as vontades e os laços estabelecidos entre classes sociais, que esclarece os obstáculos em que os profissionais do serviço social enfrentam. Em 1964, foi imposta a sociedade brasileira o autoritarismo para a melhor compreensão da profissão éfundamental retornar-se aos nexos da história do serviço social e buscar os sentidos das ações que altamente marcaram a profissão desde a revolução francesa até os dias de hoje.
Foi imposta ao serviço social a realização de tarefas na sociedade capitalista, o que explica a trajetória de ações com as classes sociais? São as contradições e as diferenças criadas entre as classes. Acabou assumindo...
tracking img