Contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 45 (11007 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Texto para discussão n°. 02/2009

A Economia Política do Modelo Econômico Chinês: o Estado, o mercado e os principais desafios

Alexandre Queiroz Guimarães (EG/FJP)

Belo Horizonte, Agosto de 2009.

1

A Economia Política do Modelo Econômico Chinês: o Estado, o mercado e os principais desafios

Alexandre Queiroz Guimarães
PhD Sheffield University Professor da Escola de Governo daFundação João Pinheiro E-mail: alexandre.queiroz@fjp.mg.gov.br. Fone: (31)3448-9503 Professor na PUC – MG. Email: aqg@pucminas.br. Fone: (31)9973-7809

Resumo: O artigo procura abordar algumas características do modelo chinês a partir de uma particularidade institucional, a relação entre o Estado e o mercado. O sucesso do milagre chinês está muito relacionado à liberalização das forças demercado, mas deve-se também ao papel do Estado Desenvolvimentista. Entretanto, a falta de demarcação entre o Estado e o mercado implica também em dificuldades, que se manifestam na intervenção excessiva do partido, na presença de monopólios, nas deficiências do sistema financeiro e nas lacunas do sistema de direitos de propriedade. De um lado, a economia chinesa beneficia-se da força de seu Estado edas medidas adotadas para fortalecer sua posição internacional. Do outro lado, há as tensões entre uma economia e uma sociedade mais complexa e uma estrutura institucional inadequada. A investigação dessas tensões ilumina importantes temas no estudo da economia política. Palavras chaves: China, Instituições, Developmental State, Economia Política

Abstract: The article focuses on theinstitutional characteristics of the Chinese model, in special on the relationship between the state and the market. The positive results of the Chinese miracle is very related to the liberalisation of the market forces. But it is also related to the action of the Developmental State. However, the lack of clear boundaries between the state and the market is also a source of difficulties, which manifests inthe excessive intervention of the party, in the preservation of monopolies and in the failures of the financial system and of the system of property rights. On one hand, the Chinese economy benefits from the power of its state and from the measures adopted to strengthen its international position. On the other hand, the model suffers from the backwardness of the institutional structure, unsuitableto the new characteristics of the economy and of the society. The investigation of this tension illuminates important issues in the study of political economy.

Key words: China, Developmental State, Institutions, Political Economy

2

Introdução A China, desde que iniciou as reformas há 30 anos, vem crescendo a taxas muito elevadas. Ao contrário de outros países que possuíam uma economiaplanificada, a transição chinesa foi acompanhada por melhoria nas condições materiais e sociais da população. Estimativas do Banco Mundial apontam que, entre o início das reformas e 2004, 500 milhões de pessoas teriam deixado a linha de pobreza (medida por um dólar por dia), com a proporção de pobres caindo de 60%, em 1978, para 10% em 2004 (Dollar, 2007). Nesse mesmo período, a renda média dapopulação quadruplicou. Ao mesmo tempo, a economia chinesa vai avançando, tornando-se a grande manufatura do mundo em uma série de setores e crescendo sua participação na produção e na exportação de produtos mais elaborados e tecnologicamente intensivos. O objetivo do presente artigo é explorar certas características do milagre e do modelo econômico chinês. Pretende-se entender as razões dos bonsresultados econômicos, destrinchar aspectos do modelo econômico, destacar o papel essencial da variável externa (internacional) e apontar os principais desafios enfrentados pelo modelo chinês. Uma preocupação central é entender as implicações, realizações e riscos de uma combinação muito particular entre o mercado e o Estado, tocando assim em um tema muito caro à economia política desde os seus...
tracking img