Contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 45 (11201 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Módulo 1 - Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa
Perdas Estimadas com Créditos de Liquidação Duvidosa.
Suponha que determinada empresa possua saldo na conta Duplicatas a Receber (originada de vendas realizadas a prazo) em 31/12/X6 no valor de $39.000.

Na hipótese de incerteza no recebimento deste valor, a empresa deve calcular uma estimativa de perdas em suas contas a receber, dadoque o Balanço Patrimonial deve evidenciar os ativos da empresa a seu valor de provável realização.

Dos $39.000, suponha que a empresa estima receber apenas $36.000, de modo que a perda estimada representa o valor de $3.000. Como contabilizar esses $3.000?

Em 31/12/X6:
D – Despesas com Créditos de Liquidação Duvidosa 3.000 (conta de Resultado de X6)
C – Perdas estimadas com créditos deLiquidação Duvidosa 3.000 (conta redutora de Dupl. A Receber – que fará face às perdas em duplicatas a receber durante o período de X7)

Cálculo da Perda Estimada

Tendo em vista que as perdas futuras não podem ser previstas com precisão, a provisão da perda é sempre calculada com base em estimativas. Mas, como estimar o valor da perda (no exemplo: $3.000)?

Existem diversos métodos quepodem ser utilizados pelas empresas, sendo os mais usuais os seguintes:

1) Analisar individualmente os devedores, verificando a possibilidade de recebimento futuro. Evidenciados os débitos duvidosos, são eles somados, do que resulta o valor a ser adotado para a constituição da provisão.
2) Aplicação de um percentual sobre as Vendas. Esse percentual deve levar em consideração aexperiência anterior da empresa. Supondo que a empresa tenha realizado durante X8, um total de $100.000 de vendas e que, examinando seus registros anteriores, se constatou o seguinte:

ANO VENDAS PREJUÍZOS C/ Devedores Insolváveis % DOS PREJ. S/ VENDAS
X7 80.000 640 0,80%
X6 50.000 310 0,62%
X5 40.000 240 0,60%
170.000 1.190 0,70%

Vendas de X8 = $100.000 x 0,70% = $700 (Provisão parafazer face às perdas de X9).

D – Despesas com Créditos de Liquidação Duvidosa (resultado) 700
C – Perda Estimada c/ Créditos de Liquidação Duvidosa (redutora do Ativo) 700


3) Aplicação de um percentual sobre o saldo dos créditos a receber no fim do ano.

Baixa de Títulos Incobráveis

Quando uma duplicata se torna efetivamente incobrável, a Contabilidade deve providenciara baixa do título, por meio da seguinte partida de Diário:

D – Perda Estimada c/ Créditos de Liquidação Duvidosa (redutora do Ativo)
C – Duplicatas a Receber

Tratando-se de uma estimativa, está obviamente sujeita a erros. Tanto a provisão pode ser insuficiente como também pode ser mais do que suficiente para cobrir as perdas com devedores insolváveis.

Quando a estimativa forinsuficiente para cobrir as perdas efetivas, não resta outra alternativa senão a de contabilizar o excesso das perdas a débito de uma conta específica de resultado, como perda não esperada (ou perda com incobráveis). Nesta hipótese, o saldo da provisão no fim do exercício será nulo.

Quando é mais do que suficiente para cobrir as perdas efetivas, haverá no fim do exercício um saldo credor,correspondente ao excesso da provisão sobre as perdas realmente ocorridas.

O que fazer com o saldo em excesso?

1) Complementar o saldo com a provisão constituída para o próximo exercício
2) Reverter o saldo não utilizado para a conta Resultado:

D – Perda Estimada c/ Créditos de Liquidação Duvidosa (redutora do Ativo)
C – Reversão de Perda Estimada c/ Créditos de Liquidação Duvidosa(Resultado)

Recomenda-se o uso da segunda alternativa, sob o aspecto da técnica contábil, pois permite que a DRE seja mais clara a respeito das perdas estimadas, demonstrando o saldo revertido e a nova provisão.

Recuperação de Créditos anteriormente baixados

Pode ocorrer de um comprador, que teve seu débito baixado como incobrável, retomar sua capacidade de pagamento e saldar sua...
tracking img