Estrangeirismo ou peregrinismo é o uso de palavra, expressão ou construção estrangeira que tenha ou não equivalente vernácula, em vez da correspondente em nossa língua. É apontada nas gramáticasnormativas como um vício de linguagem, o que, há muito, é tido como uma visão simplista por diversos linguistas, como Marcos Bagno, da UnB, John Robert Schmitz, da UNICAMP, e Carlos Alberto Faraco, daUfpr.
Dentro do âmbito da gramática normativa, caso se use um estrangeirismo que possua equivalente vernácula adequada, caracteriza-se o vício de linguagem como barbarismo (para os latinos, qualquerestrangeiro era bárbaro). Alguns gramáticos mais rígidos consideram que qualquer estrangeirismo, tenha ele equivalente vernácula ou não, é considerado barbarismo. O termo barbarismo também tem osignificado contemporâneo de crueldade. Por fim, outro tipo de estrangeirismo é o idiotismo, [2][3] que se dá quando se traduz literalmente expressão ou construção estrangeira que não faça sentido em nossalíngua, em vez de se adotar tradução livre.[4]ele e o uso de lingua estrangeira no nosso cotidiano.

Por vezes, o estrangeirismo pode ser considerado uma figura de linguagem também, contanto que apalavra estrangeira exista e seja usada frequentemente ou tenha popularidade no dialeto.

A forte influência que algumas culturas exercem sobre outras pode ser percebida no vestuário, na culinária, namúsica, no cinema e também no comportamento. Na língua, pode se manifestar pelo emprego de estrangeirismos.

Algumas palavras são empregadas até hoje sem modificar a forma original ou a pronúncia,mesmo existindo o termo aportuguesado; são usadas, por exemplo, as palavras omelete, vitrine, nuance, vindas do francês ― e não os termos aportuguesados omeleta, vitrina e nuança.

Uma palavra ―hoje considerada estrangeirismo ― pode, posteriormente, ser incorporada ao cotidiano do falante e ao vocabulário da língua. Foi o que ocorreu com lanche e futebol: essas palavras, assimiladas do... [continua]

Ler trabalho completo

Citar Este Trabalho

APA

(2012, 12). Contabilidade. TrabalhosFeitos.com. Retirado 12, 2012, de http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Contabilidade/534813.html

MLA

"Contabilidade" TrabalhosFeitos.com. 12 2012. 2012. 12 2012 <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Contabilidade/534813.html>.

MLA 7

"Contabilidade." TrabalhosFeitos.com. TrabalhosFeitos.com, 12 2012. Web. 12 2012. <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Contabilidade/534813.html>.

CHICAGO

"Contabilidade." TrabalhosFeitos.com. 12, 2012. Acessado 12, 2012. http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Contabilidade/534813.html.