Contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1276 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Desenvolvimento Econômico da China

INTRODUÇÃO

O texto apresentado analisa a evolução econômica da China e sua importância no comercio internacional, relacionandoos dados e informações coletados com a competitividade em relação aos demais países.
A china possui uma das economias que mais crescem no mundo, entrando a partir da década de 90, na economia de mercado, ajustando-se àglobalização.
O Produto Interno Bruto (PIB) da China alcançou ao fim de 2010 a marca de 9,5% do total mundial, sendo US$ 6.500 com o que duplicou a participação que registrara cinco anos antes.
A China, possui um IDH médio, segundo dados do ano de 2007 de 0,772, sendo o país onde o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) mais cresceu desde 1980, a melhoria se deu por conta do intenso crescimentoeconômico do país, que teve efeitos principalmente no aumento da renda per capita.
Ao falar de concentração de renda na China, podemos comparar de acordo com Pomar (2008) que a renda dos 10 milhões de milionários com os 20 a 30 milhões que vivem abaixo da linha da pobreza, teremos uma desigualdade gritante. Mas, se avaliarmos que a China colocou no nível de classe média cerca de 850 milhões de pessoas, nocurto espaço de 30 anos e numa época em que a hegemonia do pensamento neoliberal considerava inevitável a disseminação da pobreza e da miséria, em virtude da prevalência do desemprego estrutural, será necessário medir as desigualdades chinesas com outros parâmetros.
A condição de trabalho dos chineses algumas vezes não atende às condições mínimas de trabalho (carga horária, salário, condições detrabalho etc.), em vários casos esses fatores ferem e violam os direitos humanos.
Para atender aos desejos e necessidades dos consumidores chineses, as empresas precisam estar sempre desenvolvendo estratégias de Marketing para atrair a população que está cada vez mais exigente. Os chineses estão aderindo novos hábitos de consumo, a preocupação com o meio ambiente está crescendo, e o cuidado coma saúde e bem-estar são as novas tendências entre os consumidores. Outro segmento que vem ganhando espaço no mercado é a demanda por produtos de luxo. Os chineses desejam se destacar da massa através da compra de produtos e serviços exclusivos e requintados.
De acordo com COSTA (2011), a pauta de exportação chinesa tem como grande destaque os produtos manufaturados. O produto mais vendido em2009, com 5,5% do total de vendas, foram os laptops, seguidos por telefones para redes de celular, com 3,3%, e partes e peças de máquinas, com 2,1%.
A pauta de exportações do Brasil para a RPC está concentrada em um número reduzido de produtos, na maior parte básicos ("commodities") e semi-manufaturados. A participação relativa de produtos básicos tem crescido mais rapidamente do que as exportaçõesde manufaturas e, atualmente, representa 68% do total das exportações brasileiras para a RPC. Em relação a outros mercados, a participação média dos produtos de base nas exportações brasileiras foi de 29,3%, em 2006.
Cinco principais produtos brasileiros exportados para a China foram responsáveis por mais de 70% de nossa pauta em 2006, a saber: soja em grãos (28,95% do total exportado), minériosde ferro não aglomerados (25,5%), óleos brutos de petróleo (9,95%), minérios de ferro aglomerados (5,81%), pasta química de madeira (4,14%).
A pauta de importações brasileiras provenientes da RPC possui uma elevada participação de "máquinas, aparelhos e materiais elétricos e eletrônicos". Parte significativa dos produtos eletroeletrônicos importados da RPC são componentes usados na indústria dainformática, telefonia e outros aparelhos elétricos, que entram na cadeia produtiva das indústrias de instaladas no Brasil, notadamente nos estados do Amazonas, São Paulo e Bahia.
Os dez principais produtos importados da China em 2006 foram: partes para aparelhos transmissores e receptores (6,48% da pauta de importações), dispositivos de cristais líquidos LCD (3,62%), terminais portáteis de...
tracking img