Contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1027 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O ramo de Cosméticos no Brasil

A beleza é um mercado promissor no Brasil, de acordo com a ABIHPEC  (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), que aponta o Brasil como o terceiro mercado de cosméticos mundial, desta forma, gerador não apenas de renda, mas foco estratégico dos grandes empresas desenvolvedoras e produtoras de cosméticos. Agoracompreenda o que ocorre no mercado brasileiro de cosméticos ao observar perfumarias, salões de beleza, centros de estética e mesmo nas páginas de revista, Internet, a relação do brasileiro com o cosmético é cultural, com o desdobramento, inovação e uma boa dose de ação sócio-ambiental, o brasileiro aos poucos tomou orgulho em ter uma produção de cosméticos, mesmo não sendo tão popular o conhecimento docrescimento do setor também no mercado externo (exemplos para citar: Natura, O Boticário) que demonstra claramente o cuidado em todas as etapas da concepção de produtos (planejamento, marketing, designer, desenvolvimento, produção e controle de qualidade) está gerando resultados, que se inicia timidamente, mas com uma boa dose de ousadia é possível encontrar produtos genuinamente brasileiros emlojas de diversos departamentos.
A pequena apresentação do que ocorre no mercado externo é apenas reflexo do mercado interno, onde a inovação, desenvolvimento de novos nichos e entre erros, muitos (e bons) acertos, o investimento ao mercado de cosméticos pode ser considerado como um bom caminho. O aumento da comunicação nos grandes centros para os pontos mais afastados pode ser considerado comoum motivo para este crescimento, associado a fatores culturais como o culto ao corpo saudável, explicável pelo clima tropical e a facilidade de se utilizar trajes mais leves que deixam partes do corpo à mostra, à fascinação das mulheres pelos cabelos, a utilização de pouca maquilagem, mas sempre presente, ao menos no batom. A higiene pessoal, através do banho diário, da utilizaçãode desodorantes, deo colônias, e a busca da juventude da pele (claramente observada pelo aumento da expectativa de vida e vida ativa, social e produtiva).
Sendo a indústria da beleza tão ampla, faz-se necessário caracterizar o mercado dos cosméticos e entender sua evolução. por englobar tantas atividades em sua estrutura, a industria da beleza , dos cosméticos sofre diversas classificações, podendo serdividida em três segmentos:

•Higiene Pessoal: composto por sabonetes, produtos para higiene oral, desodorantes, absorventes higiênicos, produtos para barbear, fraldas descartáveis, talcos, produtos para higiene capilar, etc.;

•Cosméticos: produtos de coloração e tratamento de cabelo, fixadores e modeladores, maquiagem, protetores solares, cremes e loções para depiladores, etc.;•Perfumaria: perfumes e extratos, águas de colônias, produtos pós-barba, etc.

Além de ser classificada como um dos segmentos da indústria química, devido a utilização e sintetização de ingredientes, mantêm ligação com a indústria farmacêutica para desenvolvimento e pesquisa de princípios ativos, além de fitoterápicos ou medicamentos originados de material botânico e de seus extratos.Mundialmente, os cosméticos movimentaram US$ 333,50 bilhões em 2008, segundo o último levantamento disponibilizado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). O Brasil é o terceiro maior mercado de cosméticos, com um volume de US$ 28,77bilhões no período, atrás apenas do Japão e dos Estados Unidos. O país também foi o que mais cresceu (27,5% ante 9,1% no mundo) e é responsável por uma fatia de 8,6% do mercado.
O faturamento nos últimos 13 anos saltou de R$ 4,9 bilhões, em 1996, para R$ 21,7 bilhões, em 2008. Em relação às exportações, os produtos para cabelos são os primeiros colocados no ranking, com US$ 161.496,...
tracking img