Contabilidade social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1029 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSITÁRIO DO NORTE-UNINORTE
LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
CIÊNCIAS CONTÁBEIS


















RELEVÂNCIA DOS AGREGADOS ECONÔMICOS PARA ELABORAÇÃO DAS POLÍTICAS ECONÔMICAS DE GOVERNO
























MANAUS-AM
2012



GISELLE FREITAS DE OLIVEIRA









RELEVÂNCIA DOS AGREGADOSECONÔMICOS PARA A ELABORAÇÃO DAS POLÍTICAS ECONÔMICAS DE GOVERNO











Trabalho a ser apresentado na Disciplina Contabilidade Sócio-Ambiental ministrada pelo Prof° Francisco Lopes da Silva como avaliação parcial do primeiro semestre de 2012.Turma CCN05S2.



















MANAUS-AM
2012


SUMÁRIO





1 INTRODUÇÃO 32 CONCEITO 4
2.1 Agregados Econômicos 4
2.2 Políticas Econômicas 5
4 ÉTICA, PODER E CIDADANIA 5
5 CONCLUSÃO 7
6 REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA 8






































1INTRODUÇÃO




Esta pesquisa abordará as noções e conceitos sobre a relevância de agregados econômicos e políticas econômicas para alcançar os objetivos macroeconômicos. Elas necessitam da intervenção do governo no sentido de regular a atividade econômica e levar a economia ao pleno emprego. Mostrando que o desempenho da economia pode ser avaliado através de indicadores que demonstramresultados específicos, nos mais diversos meios de comunicação pode-se saber sobre uma gama enorme de informações acerca da economia mundial do país. As políticas econômicas procuram estimular o crescimento da capacidade produtiva da economia.

As medidas adotadas no âmbito da política econômica afetam de maneira intensiva a vida do cidadão comum. Uma decisão de elevação de depósito compulsóriopode interferir diretamente na renda, no emprego, nas vendas e consequentemente na vida dos agentes econômicos.
































2 CONCEITO


2.1 Agregados Econômicos

Os princípais agregados macroeconômicos são produto(economia), renda e desepesa.
Produto - é a produção total de bens e servicos finais que são produzidos poruma sociedade num determinado período.
Renda - renda pessoal ou consumo das famílias - somatório das remunerações recebidas pelos proprietários dos fatores de produção como retribuição pela utilização de seus serviços na atividade produtiva. Ex: salário, aluguéis, juros, lucros.
Despesas - é o total dos gastos efetuados pelos agentes econômicos na aquisição de bens e serviçosproduzidos pela sociedade.
Os agregados econômicos derivam-se da macroeconomia que interfere nos fenômenos econômicos, empregando políticas que envolvam juízo de valor na tentativa de resolver problemas como: inflação, desemprego, distribuição de renda e outros. Sendo subdividido em Produto Interno Bruto (PIB) e Produto Nacional Bruto (PNB). São Grandezas econômicas que quantificam as operaçõesque todos os agentes de uma economia efetuam durante um ano. Permitem determinar o valor da produção realizada num país. Existem três óticas usualmente adotadas para proceder ao cálculo dos grandes agregados:
- Ótica do Produto: contabiliza a produção de todas as empresas da economia. Através dela chega-se a agregados como o PIB (Produto Interno Bruto) e o PNB (Produto Nacional Bruto); - Ótica doRendimento: contabiliza todos os rendimentos obtidos na economia. O principal agregado que permite calcular é o Rendimento Nacional (RN); - Ótica da Despesa: contabiliza todas as despesas efetuadas pelos agentes econômicos. Permite determinar a Despesa Interna (DI) e a Despesa Nacional (DN). É empregado para designar os resultados da mensuração da atividade econômica. A referência básica é a soma...
tracking img