Contabilidade intermediária

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 42 (10273 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CONTABILIDADE INTERMEDIÁRIA

Tópico I - Princípios fundamentais de contabilidade. 01.01 - Os princípios segundo o CFC; 01.02 – Exercícios Tópico II - Balanço patrimonial. 02.01 - Estrutura e elementos do ativo; 02.02 - Critérios de avaliação do ativo; 02.03 - Estrutura e elementos do passivo; 02.04 - Critérios de avaliação do passivo. 02.05 – Provisão x Reservas 02.06 - Exercícios Tópico III -Demonstração do resultado do exercício - DRE. 03.01 - Conceito e finalidade da DRE; 03.02 - Estrutura conforme a Lei 6.404/76 e alterações introduzidas; 03.03 – Exercícios Tópico IV - Receitas e despesas: regime de competência. 04.01 - Regime de caixa e de competência; 04.02 – Tratamento de Receitas e Despesas Antecipadas; 04.03 – Ajustes em contas de Despesas; 04.04 – Despesas incorridas e nãopagas; 04.05 – Ajustes em contas de Receitas; 04.06 – Receitas Realizadas (ganhas) e não recebidas; 04.07 – Receitas recebidas antecipadamente; 04.08 – Exercícios Tópico V - Operações com mercadorias e produtos. 05.01 - Compra e venda; 05.02 – Sistemas de Inventário; 05.03 – Métodos de Avaliação de estoque; 05.04 - Apuração do custo da mercadoria vendida (CMV) e custos dos produtos vendidos (CPV).05.05 - Critérios de avaliação de estoques (PEPS, UEPS, média ponderada); 05.07 - Provisão para devedores duvidosos (PDD); 05.08 – Exercícios

1

A contabilidade possui diversos níveis de complexidade. O nível intermediário envolve temas que extrapolam conhecimentos básicos, mas que não são aprofundados. Quantos temas existem? Muitos. Como não é possível abordar todos os temas em um minicurso, fizemos uma seleção.

Tópico I – Princípios Fundamentais de Contabilidade

São os preceitos fundamentais em que se baseiam a doutrina e a técnica contábil. Princípio da Entidade: reconhece o patrimônio como objeto da Contabilidade e afirma a autonomia patrimonial, onde não se pode confundir o patrimônio da entidade com o patrimônio de seus proprietários; Princípio da Continuidade: acontinuidade ou não da entidade, bem como sua vida estabelecida ou provável, devem ser considerados quando da classificação e avaliação das mutações patrimoniais, quantitativas e qualitativas; Princípio da Oportunidade: refere-se, simultaneamente, à tempestividade e à integridade do registro das mutações patrimoniais (deve ser feito no tempo certo e com a extensão correta); Princípio do Registro peloValor Original: os componentes do patrimônio devem ser registrados pelo valor original das transações, expressos em valor presente na moeda do País; Princípio da Atualização Monetária: os efeitos da alteração do poder aquisitivo da moeda nacional devem ser reconhecidos nos registros contábeis através do ajustamento da expressão formal dos valores; não representa nova avaliação, mas tão somente oajustamento dos valores originais; Princípio da Competência: as receitas e as despesas devem ser incluídas na apuração do resultado do período em que ocorrem, sempre simultaneamente quando se correlacionarem, independente de recebimento ou pagamento; Princípio da Prudência: determina a adoção do menor valor para os componentes do ativo e do maior valor para os componentes do passivo, ou seja, oPrincípio da Prudência impõe a escolha da hipótese de que resulte o menor patrimônio líquido.

2

EXERCÍCIOS (CFC – 2004) Em relação aos Princípios Fundamentais de Contabilidade, é INCORRETO afirmar: a) O Princípio da Prudência estabelece a adoção do maior valor para os componentes do Ativo e do menor valor para os do Passivo, com função de criar reservas ocultas. b) A Continuidade influencia o valoreconômico dos ativos e, em muitos casos, o valor ou o vencimento dos passivos, especialmente quando a extinção da Entidade tem prazo determinado previsto ou previsível. c) Como resultado da observância do Princípio da Oportunidade, desde que tecnicamente estimável, o registro das variações patrimoniais deve ser feito mesmo na hipótese de somente existir razoável certeza de sua ocorrência. d) O...
tracking img