Consumo infantil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1233 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONSUMISMO INFANTIL
Karoline Koch, Priscilla Cardoso de Mello Tucunduva e Vivian de Cássia Maximiano Franciscon1 Introdução: A partir de 1970, a criança conquista um segmento de mercado próprio, este cresce vertiginosamente devido ao fato da vulnerabilidade das crianças perante a mídia. Como conseqüência observa-se que atualmente o consumo domina as relações infantis, refletindo na busca daidentificação pela criança. O tema foi escolhido por ser um problema atual e pertinente, que reflete não apenas na família, mas também no desenvolvimento psicológico e na formação do círculo social da criança. Esse artigo tem por objetivo analisar a problemática do consumismo infantil e suas motivações, além de relatar as influências do círculo social, dos pais e da mídia no processo do consumismoinfantil. Nunca se consome o objeto em si (no seu valor de uso) os objetos ( no sentido lato) manipulam-se sempre como signos que distinguem o indivíduo, quer filando-o no próprio grupo tomado como referência ideal quer demarcando-o do respectivo grupo por referência a um grupo de estatuto superior. (BAUDRILLARD, Jean) Materias e Métodos: Para este artigo foram pesquisados e relacionados materiaisque abordam o tema, diversos sites, livros e outros artigos deram o embasamento teórico para essa discussão.
1 kerollll@hotmail.com; priscillatucunduva@yahoo.com.br; vi_franciscon@hotmail.com, UEM - Campus Regional de Cianorte (CRC), Rua Dr. Pedro II, s/n.
Resultados e discussão
1 Consumismo infantil

Nos dias atuais, o termo “consumismo” está em evidência. Segundo Ana Lúcia Santana(2008): “O consumismo é uma compulsão que leva o indivíduo a comprar de forma ilimitada bens, mercadorias e /ou serviços”. Infelizmente, as crianças não estão imunes a essa impulsividade, uma vez que são mais vulneráveis que os adultos, elas não têm o conhecimento suficiente sobre o mundo e si mesmas (TRINDADE, Cristiane, 2002). Por exemplo, ao entrar numa loja infantil toda cor de rosa, a menina estámuito mais envolvida pela emoção do poder de escolha e de compra, e de identificação, do que pela necessidade de comprar.
Segundo Campbell, o consumismo moderno caracteriza-se pelo lugar ocupado na emoção e na subjetividade, fazendo com que procuremos mais gratificação dos mesmos do que satisfação das necessidades. Assim, a criança também tem emoções e desejos que manipulam suas vontades e fazemdo consumo uma regra de sobrevivência.
De acordo com Santos (2000, p.63-64), a criança passa por três etapas associadas a faixas de idade. De 0 a 2 anos, a criança descobre as compras acompanhadas pelos pais. Dos 3 aos 5 anos, elas iniciam a manifestação de seus desejos, já são capazes de reconhecer marcas, fazendo solicitações aos pais. Dos 6 aos 12 anos, passam a imitar seus pais, ao executaremcompras sozinhas ou na companhia de amigos, elas começam a ter escolhas, a ter noção financeira e são mais independentes para a comunicação. 1.1 Influências Como relata Palacios (1995), a conduta da criança é “controlada por elementos externos muito antes que ela seja capaz de autocontrolar - se”. Tais elementos, que ditam esse tipo de comportamento são a urbanização, o círculo social e acomunicação mercadológica. São neles que elas encontram os modelos a serem imitados. Com a urbanização, a violência aumenta e o espaço público é substituído pelo privado, logo a criança se torna mais individualista, não conseguindo se socializar. As brincadeiras nas ruas deixam de existir e a tecnologia proporciona a diversão dentro de casa. Os pais, cada vez mais ausentes, perderam a autoridade sobreseus filhos, não conseguindo controlar as informações que eles têm acessos. As crianças aprendem sobre o ato de comprar de três grupos de referências: a família, os amigos e as instituições sociais como os meios de comunicação e propaganda. Esta influência pode se fazer intencionalmente, na forma de instruções, conselhos ou ordens ou de maneira indireta através de imitação. (PETER E OLSON, 1999,...
tracking img