CONSTRUÇÃO DE SABERES

1) Como me tornar aberto para a construção de todos os saberes apontados por Gauthier (1998), Pimenta e Anastasiou (2002) e Tardif (2002), na minha futura atuação enquanto docente universitário?Construindo uma identidade de professor universitário, primeiramente tendo consciência que tão somente saber o conteúdo da disciplina não basta, é necessário mais.
É necessário saber o conteúdo, poisnão é possível ensinar o que não se sabe, ter ciência que ensinar é uma prática educativa que tem diferentes direções de sentido na formação, que saberes didáticos também são importantes, pois tratamda articulação da teoria da Educação e da teoria de ensino para ensinar nas situações contextualizadas, dos saberes da experiência do sujeito professor. O docente universitário não se prepara para serdocente universitário, ele se prepara para ser pesquisador. Portanto, para me tornar uma pessoa aberta a tais conhecimentos é fundamental ter consciência desses fatores, de que são importantes erelevantes, é preciso sempre buscar, se reinventar quando necessário, sem querer “reinventar a roda”, simplesmente se adequando às tecnologias, e às possibilidades que a inovação traz em seu bojo, estaraberto é estar disposto a aprender para poder ensinar com mais qualidade, é estar sempre em busca de conhecimento e poder transmitir aquilo que sabe de maneira que o aluno possa aprender e refletirsobre o que aprendeu, não tão somente decorar conteúdos. O bom professor precisa ser capaz de refletir sobre a Educação em sua totalidade, mas dele espera- se que seja também capaz de ensinar promovendoaprendizagem.

2) Como articular os saberes propostos por Pimenta e Anastasiou (2002 apud CONTE; RIVAS; SILVA, 2009, p. 27), na minha atuação como docente universitário?
Conhecimento é processoque se transforma em produto, em arcabouço científico-cultural, cuja transmissão, dentre outros responsáveis como o próprio estabelecimento de ensino é do professor. Espera-se de um professor...
tracking img