Consequência da expansão marítima

Consequências da expansão marítima
Descoberto o caminho marítimo para as Índias, houve um declínio das tradicionais rotas comerciais européias. O Mediterrâneo, nos fins do século XVI, deixou de sera principal rota comercial, pois o centro econômico da Europa foi deslocado para o Atlântico. Os portos de Lisboa, em Portugal, Sevilha, na Espanha, e Roterdã, na Holanda, tomaram-se os maisimportantes da Europa, recebendo as riquezas que vinham da América e do Oriente e para lá embarcando manufaturados e habitantes europeus. O Mediterrâneo continuava sendo a rota comercial com a Europaoriental, a Ásia ocidental e o norte da África. As cidades italianas ainda mantinham seu esplendor. Continuavam grandes centros manufatureiros e financeiros. Seus burgueses adaptaram-se aos novos tempos eainda lucravam com o comércio oriental e das Américas.
Fatores que provocaram a expansão:
* Centralização Política: Estado Centralizado reuniu riquezas para financiar a navegação;
* ORenascimento: Permitiu o surgimento de novas idéias e uma evolução técnica;
* Objetivo da Elite da Europa Ocidental em romper o monopólio;
* Árabe-Italiano sobre as mercadorias orientais;
* Abusca de terras e novas minas (ouro e prata) com o objetivo de superar a crise do século XIV;
* Expandir a fé;
Conseqüências da expansão marítima:
* A partir da segunda metade do século XV,o mundo europeu sofreu grandes transformações políticas, econômicas, sociais e culturais. Essas transformações que marcam o fim da idade média, e o inicio dos tempos Modernos, trouxeram comoconseqüência a expansão comercial européia e levaram aos Descobrimentos Marítimos.
No campo político:
* Ocorreu a adoção da política econômica mercantilista, que se baseava tanto no protecionismo do Estadocomo no regime de monopólios. 
* O comércio tornou-se mais importante;
Nas ciências:
* houve o progresso técnico e científico;
Na economia:
* As consequencias não foram nada boas...