Conselho de classe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4885 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO
FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DE PARANAVAÍ E
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL – PDE

PLANO DE TRABALHO

Área: GESTÃO ESCOLAR

CONSELHO DE CLASSE E AVALIAÇÃO:
REFLEXÕES E PROPOSTAS PARA
UMA NOVA PRÁXIS

Professora PDE: Célia Maria Barbosa
Professora Orientadora: Neide deAlmeida Lança Galvão Favaro

Paranavaí
2008/2009

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO
FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DE PARANAVAÍ E
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL – PDE

CONSELHO DE CLASSE E AVALIAÇÃO:
REFLEXÕES E PROPOSTAS PARA
UMA NOVA PRÁXIS

Plano de Trabalho apresentado
ao
Programa
deDesenvolvimento Educacional
– PDE da Secretaria de Estado
da Educação do Paraná, sob
orientação da Profª Mestra
Neide de Almeida Lança Galvão
Favaro.

Professora PDE: Célia Maria Barbosa
Professora Orientadora: Neide de Almeida Lança Galvão Favaro

Paranavaí
2008/2009

1. Identificação

Professor PDE: Célia Maria Barbosa
Área: Gestão Escolar
NRE: Paranavaí
Professora Orientadora: Neide deAlmeida Lança Galvão Fávaro
IES: Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí
(FAFIPA) e Universidade Estadual de Maringá (UEM).
Escola de Implementação: Colégio Estadual Adélia Rossi Arnaldi, Ensino
Fundamental e Médio
Público Objeto da Intervenção: Professores e equipe pedagógica do Ensino
Fundamental e Médio

2. Tema de Estudo da Intervenção: Gestão Escolar

3.Título: Conselho de Classe e avaliação: reflexões e propostas para uma
nova práxis

4. Justificativa

O Conselho de Classe representa um momento importante para o trabalho
escolar, por constituir-se em espaço de integração entre docentes e equipe
pedagógica, e de discussão coletiva da práxis educativa. O que se constata,
entretanto, é que a participação dos docentes resume-se, na maioria dasvezes, à realização de avaliações dos discentes, o que representa uma
prática fragmentada e parcial, ao não possibilitar uma visão mais ampla e
crítica do processo de ensino-aprendizagem.

Os docentes esperam ainda do Conselho de Classe que seja um momento
em que podem ser ouvidos e aliviar as angústias passadas em sala de aula.
Há uma certa esperança de que a equipe pedagógica e a direção daescola
tomem

ciência

dos

problemas

enfrentados

com

os

alunos,

que

sintomaticamente se mostram, na maioria das vezes, apáticos e indiferentes
às aulas. Por outro lado, nem sempre os envolvidos percebem esse

momento como ponto de partida para uma mudança de perspectiva no
processo de ensino-aprendizagem.

Diante dessa problemática, que carece de maiores discussõesteóricas,
torna-se necessário este trabalho, que tem por finalidade analisar e
repensar as avaliações que são realizadas no âmbito do Conselho de
Classe, a fim de sugerir mudanças que possam contribuir para um novo
fazer pedagógico.

Na turma PDE 2008, num primeiro momento, outros professores fizeram
opção por estudar questões relacionadas ao Conselho de Classe, mas
desistiram quandoconstataram a escassez de literatura sobre o assunto.
Isso já nos parece ser um forte indício de que a permanência de nossos
estudos neste tema se faz necessária e urgente.

No levantamento bibliográfico inicial, encontramos alguns autores que têm
obras

específicas

sobre

o

assunto

e

que

contribuirão

para

o

desenvolvimento deste trabalho. Numa leitura inicial,percebemos que a
grande maioria fica limitada à descrição e constatação das funções do
Conselho de Classe, sem muito aprofundamento na questão da avaliação,
especificamente na perspectiva de sua relação com a dinâmica social mais
ampla.
Por esse motivo, justifica-se nossa preocupação em realizar uma análise
crítica do Conselho de Classe, relacionando a avaliação presente neste,
que permeia toda...
tracking img