Concreto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2077 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA BRASILEIRO DE CLASSIFICAÇÃO DE SOLOS: EVOLUÇÃO, ESTRUTURAÇÃO E DEFINIÇÃO DAS CLASSES DE 1º NÍVEL.


Paulo Klinger Tito Jacomine

Deptº de Agronomia – UFRPE - Pernambuco-Brasil

A classificação de Solos do Brasil consiste numa evolução do antigo sistema americano formulado por Baldwin et al. (1938), modificado por Thorp & Smith (1949). Esta classificação, que veio a sernacionalizada, tem sua base fundada em essências, nos conceitos centrais daquele sistema americano, complementado de exposições elucidativas de conceitos e critérios, como foram proporcionadas por algumas obras-chave, principalmente de autoria de Kellogg (1949) e Kellogg & Davol (1949) de interesse, mormente de Latossolos; Simonson (1949) referente a Podzólicos Vermelho-Amarelos; Simonson et al. (1952)pertinente a diversos grandes grupos de solos; Estados Unidos (1951) de interesse a Solos Glei e Solos Salinos e Alcalinos; Oakes & Thorp (1951) de interesse a Rendzinas e Vertissolos. Os concejtos centrais do antigo sistema americano formam a base da atual classificação brasileira transmudada, cuja esquematização atual descende de modificações de critérios, alteração de conceitos, criação declasses novas, desmembramento de algumas classes originais e formalização de reconhecimento de subclasses de natureza transicional ou intermediárias. As modificações se iniciaram na década de cinqüenta com os primeiros levantamentos pedológicos realizados pela antiga Comissão de Solos do CNEPA do Ministério da Agricultura. Tornaram-se mais intensas a partir do final daquela década, com amplo usode princípios que foram sendo reconhecidos em paralelismo com as ampliações do novo sistema americano de classificação de solos, que então se desenvolvia nos EE.UU. (Estados Unidos, 1960), dando origem a “Soil Taxonomy”, classificação atual vigente naquele país (Estados Unidos, 1975).Muitas concepções surgidas com a produção do novo sistema americano vieram a ser absorvidas na classificação emuso no Brasil. Igualmente, alguns conceitos e critérios firmados no esquema referencial do mapa mundial de Solos (FAO, 1974) foram também assimilados no desenvolvimento da classificação brasileira. Grandes números de classes de solos de alto nível categóricos vieram a ser incluídas para apropriar classificação de tipos de solos expressamente distintos, os quais foram sendo identificadas durantelevantamentos pedológicos realizados na ampla diversidade de ambiência climática, geomorfológica, vegetacional e geológica do território nacional. No decorrer da evolução da classificação brasileira, verificou-se que existiam muitas carências, sobretudo no que diz respeito a nomenclatura inadequada de determinadas classes de solos e principalmente em relação a hierarquização do sistema, tendo emvista que o desenvolvimento do mesmo objetivo essencialmente a elaboração de legendas de identificação de solos aos níveis de reconhecimento ou exploratório, sem uma preocupação com hierarquização nos diversos níveis categóricos. Em decorrência do exposto, a partir de 1978, iniciou-se a elaboração de um novo sistema desenvolvido através de projeto de Pesquisa da EMBRAPA/SNLCS (atual CNPS). Destemodo foram elaboradas a 1ª, 2ª e 3ª aproximações do Sistema, divulgadas respectivamente em 1980, 1981 e 1988. A partir de 1995 o Projeto foi retomado, a nível nacional, com produção e divulgação da 4ª Aproximação (EMBRAPA, 1997) e do documento oficial do Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, coordenado pelo Centro Nacional de Pesquisa de Solo (EMBRAPA, 1998). O Sistema Brasileiro deClassificação de Solos, de abrangência nacional, é um sistema aberto, ou seja, que admite novas classes a serem incorporadas, a medida que forem sendo reconhecidas. Trata-se de um sistema morfopedológico e multicategórico, compreendendo 14 (quatorze) classes de 1º nível (Ordens) com a seguinte nomenclatura. Alissolos, Argissolos, Cambissolos, Chernossolos, Espodossolos, Gleissolos, Latossolos,...
tracking img