Conceitos fundamentais em fisiologia do exercicio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2564 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Conceitos Fundamentais em Fisiologia do Exercício* Claudio Gil Soares de Araújo
Clínica de Medicina do Exercício – CLIN IMEX (ww w.clinimex.com .br)
O corpo humano apresenta-se em estado de repouso (sono ou vigília) ou de exercício. Na grande maior parte do tempo, a intensidade do exercício é muito baixa ou pouco diferente do repouso, embora eventualmente ela possa atingir níveis bastanteelevados. Em qualquer destas situações, existem mecanismos fisiológicos que atuam no sentido de minimiza r as alte raçõe s do m eio interno, preservando a homeostasia. Estes mecanismos funcionam primariamente na forma de arcos reflexos constituídos de receptores, vias aferente s, centros integradores, vias eferentes e efetores. Infelizmente, o conhecimento fisiológico ainda está bastante incom pleto,de modo que muitas das etapas destes mec anismos ainda não se encontram completamente caracterizadas. De qualquer forma, o conhecimento vigente já permite estabelecer algumas bases importantes para o melhor aproveitamento do exercício físico como instrumento de saúde. Para este melhor uso, faz-se necessária a apresentação e caracterização de alguns termos e conceitos. Os efeitos fisiológicos doexercício físico podem ser classificados em agudos imediatos, agudos tardios e crônicos. Os ef eitos agudos, também denominados respostas, são aqueles que acontecem em associação direta com a sessão de exercício. Eles podem ser subdivididos em imediatos ou tardios. Os efeitos agudos imediatos são aqueles que ocorrem nos períodos préimediato, per e pós-imediato do exercício físico e podem ser exemplificados pelos aumentos de freqü ência cardíaca, ventilação e sudorese normalmente associados ao esforço. Por outro lado, os efeitos agudos tardios são aqueles observados ao longo das primeiras 24 horas que se seguem a uma sessão de exercício e podem ser identificados na discreta redução dos níveis te nsiona is (especialmen te nos hipertensos) e no aumento do número de receptores de insulina nasmembranas das células musculares. Por último, os efeitos crônicos, também denominados adaptações, são aqueles que resultam d a exposição freq üente e regular à ses sões de exercíc io, representando os aspectos morfo-funcionais que diferenciam um indivíduo fisicamente treinado de um outro sedentário. Alguns dos ex e m pl os m ais típicos d os efe itos crônic os do exe rcício fís ico são a hipertrofiam uscular e o aumento do consumo máximo de oxigênio. O exercício físico pode se apresentar de diferentes formas, cada uma delas acarretando diferentes efeitos agudos ou crônicos, de modo que parece oportuno sistematizar alguma forma de classific ação, c onform e é coloc ado no qu adro a se guir:

1

Classificações do Exercício Físico-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Denominação Característica -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Pela via metabólica predominante: Anaeróbico alático Grande intensidade e curtíssima duração Anaeróbico lático Grande intensidade e curta duração Aeróbico Baixa ou média intensidade e longaduração Pelo ritmo: Fixo ou constan te Variáve l ou interm itente

Sem alternância de ritmo ao longo do tempo Com alternância de ritmo ao longo do tempo

Pela intensidade relativa*: Baixa ou leve Repouso até 30% do VO2 máximo (Borg 6) Pela mecânica muscular: Estático Não ocorre movimento e o trabalho mecânico é zero Dinâmico Há movimento e trabalho mecânico positivo ou negativo----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------* para exercícios com implementos ou pesos utilizando grupamento s musc ulares localizados, a intensidade relativa pode ser expressa em função da carga máxima possíve l em um a repetição (1 RM). Por exemplo, intensidade leve - até 30% de 1 RM, intensidade média - entre 30 e 60 a 70%...
tracking img