Conceitos da lingua portuguesa do brasil e dos países falantes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2190 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]



















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 RESPOSTAS 4

3 CONCLUSÃO 9

REFERÊNCIAS 10
INTRODUÇÃO

O trabalho a seguir trata sobre os conceitos de Língua Portuguesa, entre a falada no Brasil em comparação aos demaispaíses falantes da mesma, relacionando-os ao Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, com o intuito de unificá-la, e a sua implicância no meio social.
Para iniciar este trabalho, diversas questões serão abordadas [de forma indireta] e contribuirão o desenvolvimento de uma visão crítica sobre o tema norteador, através de reflexões como:
• O que essas mudançasprovocaram e ainda provocam entre os países signatários do acordo?
• O Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa reflete a realidade social, histórica e cultural da população desses países?
• É possível definir a herança cultural de um povo através de um acordo que representa uma minoria social?
Por meio das questões levantadas para a realização dotrabalho, será possível observar que a língua antes de ter caráter escrito, está presente na oralidade do povo que a utiliza; e mesmo no uso da sua forma escrita, esta para ser interpretada depende do que se deseja comunicar, com quem, para que, onde se comunica, qual o meio utilizado para tal – onde a mensagem transmitida é uma ponte, que tem o papel de ligar o emissor ao receptor.




RESPOSTAS1) No Brasil somos falantes da Língua Portuguesa, assim como em outros países que foram colonizados por Portugal: Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe. Contudo a Língua é o reflexo do seu povo, no Brasil, podemos observar que a Língua Portuguesa sofreu influências de diversas culturas: indígena, africana, europeia [francesa, espanhola, holandesa, alemã,portuguesa], que fizeram parte da colonização do país e contribuíram para a formação da Língua Portuguesa no Brasil, como o próprio tupi-guarani, língua falada por grande parte dos nossos indígenas, através dela foi incorporada diversas palavras no nosso vocabulário: Ipanema, Copacabana, Tijuca, carioca, jabuticaba, abacaxi, mandioca, são exemplos comuns que encontramos no nosso dia-a-dia, o quêocasionou as diferenças nos campos fonético, semântico entre o Português falado no Brasil e o falado em Portugal e nos demais países, já citados, como por exemplo: no Brasil dizemos fila, mamadeira, secretária eletrônica, celular, calcinha, arquivo (computador); em Portugal, respectivamente, dizem: bicha, biberão, atendedor de chamadas, telemóvel, cueca feminina, ficheiro.
Portanto, épreciso ratificar que as diferenças encontradas entre o Português falado no Brasil, e o Português Europeu não caracteriza a formação de uma nova língua, pois estas influências foram incorporadas pela influência de diversas culturas em nosso país, além das variações na língua, que existem entre as classes sociais, entre as diversas regiões, devido ao grau de instrução, e também ao contexto em quese encontram tanto no Brasil quanto em Portugal, visto que se desta forma fosse teríamos não somente a criação da “língua brasileira”, mas sim de diversas línguas em nosso país, pois como ressalta Boléo: “O que caracteriza e individualiza uma língua não é propriamente o seu léxico, nem a sintaxe, nem mesmo a fonética: é essencialmente o seu sistema morfológico” (BOLÉO, 1943, p.43).2) O Brasil, mesmo sendo um país que foi colonizado por Portugal, sofreu influência de diversas culturas para formar o seu povo, e nesse caso a sua Língua, por isso existem grandes diferenças entre o nosso Português em relação ao Português dos nossos colonizadores.
Através do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, procurou se unificar com normas estabelecidas entre todos os...
tracking img