Conceito porco espinho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1110 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O conceito do porco espinho (simplicidade dentro dos três círculos)

É conhecer-se a si mesmo ( inscrição no portal de Delfos, preservada por Platão)
Segue-se a pergunta...Você é um porco espinho ou uma raposa? Segundo o conceito de Isaiah Berlin, a humanidade foi dividida em porcos-espinhos e raposas, esse conceito foi retirado da seguinte parábola grega “as raposa sabe muitas coisas, maso porco espinho sabe uma coisa muito importante”.
Fazendo um comparativo, a raposa é um animal astuto, e que consegue visualizar uma quantidade infinita de estratégias para atacar sua presa, o porco espinho. A raposa não se importa em esperar, ela fica na espreita, esperando o momento certo para atacar o porco espinho, com tantas qualidades de caça, aparentemente tem todas as condições paravencer, isso, até a raposa estimular o outro lado oculto do porco espinho, ou seja, o lado desajeitado e aparentemente acomodado do porco espinho, dá lugar a outro ser, aquele que se transforma em arma de guerra e se defende, e assim, o porco sempre vence.
Berlin fez uma adaptação a partir desse comparativo, e dividiu as pessoas em dois grupos básicos: as raposas e os porcos-espinhos. As raposasatacam em várias linhas de frente de uma vez, e vêem o mundo em toda sua complexidade. Elas se espalham e se dispersam e se movem em vários níveis, afirma Berlim, e nunca integram seu conceito geral ou visão unificadora. Os porcos-espinhos, por sua vez, simplificam um mundo complexo e o transformam numa única idéia organizadora, um princípio básico ou um conceito que unifica e orienta tudo. Nãoimporta o grau de complexidade do mundo, um porco espinho reduz todos os desafios e dilemas a simples, para um porco espinho tudo que não se relaciona de alguma forma com as suas idéias não tem relevância. Quer saber o que separa aqueles que causam maior impacto de todos os outros igualmente brilhantes? Os primeiros são porcos-espinhos. Freud e o inconsciente, Darwin e a seleção natural das espécies,Marx e a luta de classes, Einstein e a relatividade, Adam Smith e a divisão do trabalho – todos eles eram os porcos-espinhos. Pegaram um mundo complexo e o simplificaram, os porcos-espinhos não devem ser considerados simplórios, têm uma percepção aguçada, vêem o que é essencial, e ignoram o resto.
Veremos a seguir o que raposas e porcos-espinhos têm a ver com empresas feitas para vencer.Aqueles que construíram as empresas “feitas para vencer” eram, em maior ou menor grau, porcos espinhos. E usaram a sua natureza para rumar em direção daquilo que denominamos “conceito do porco-espinho” para suas empresas. Aqueles que lideram as empresas do grupo de comparação direta tendiam a serem raposas e nunca tiveram a vantagem esclarecedora de um conceito do porco espinho. Em vez disso,tornaram-se dispersos, imprecisos e inconsistentes.

A empresa Walgreens é exemplo no que diz respeito a implementação ao conceito porco-espinho, que usou uma estratégia revolucionária e simples, de ter as melhores farmácias com serviço de conveniência e elevado lucro por cada visita de cliente. Essa Foi a estratégia revolucionária que a Walgreens adotou para superar a Intel, a GE,a Coca-Cola e a Merck.OS TRÊS CÍRCULOS

A diferença estratégica fundamental entre empresas que antes eram boas e se tornaram excelentes e as empresas do grupo de comparação direta residia em duas distinções fundamentais. Em primeiro lugar: as empresas “feitas para vencer” basearam suas estratégias numa profunda compreensão de três dimensões, que denominamos os três círculos. Em segundo lugar: as empresas quepassaram de boas a excelentes traduziram essa compreensão num conceito simples e cristalino, que guiou todos os seus esforços – daí o “conceito do porco-espinho”

O mundo está cheio de empresas fracassadas que tinham idéias simples, porém erradas. O conceito do porco espinho é um conceito simples e cristalino que flui do profundo entendimento da interseção entre os três círculos que se seguem:...
tracking img